quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Coordenador da 4ª Coorpin faz balanço da "Operação Guardiões do Recôncavo"

O coordenador da 4ª Coorpin, o delegado Edilson Magalhães em entrevista coletiva falou sobre as atividades da ‘Operação Guardiões do Recôncavo’, operação conjunta com a Polícia Militar. Em um breve balanço Magalhães informou que a operação tem o intuito de combater a criminalidade. Após um final de semana significativo onde houve uma atividade criminosa no Bairro Alto Santo Antônio algumas diligências foram feitas e conseguiram capturar um suspeito de envolvimento em um tiroteio além da apreensão de uma grande quantidade de drogas.

Com um efetivo de cerca de trinta homens aparados, o delegado salientou que a operação terá continuidade tanto nos finais de semana quanto no interim. Magalhães revelou ainda que facções estão se formando nos bairros e ressaltou a violência com que agem. Cerca de 14 suspeitos foram apreendidos e aguardam decisão judicial para a transferência para presídios da região.

Crise carcerária: Edilson Magalhães falou a respeito da crise carcerária no país e pontuou que com o aumento da criminalidade muitos estão sendo presos, onerando assim as delegacias e os presídios públicos. Nesta segunda-feira (30) dois fugiram do complexo da cidade de Conceição do Almeida, sendo que um foi recapturado.

Homicídios relacionados ao tráfico de drogas: três mortes foram relatadas somente no mês de janeiro e de acordo Magalhães, estão relacionadas diretamente com o tráfico de drogas. Sobre a morte de Maria Bonfim, atingida com 10 tiros foi motivada por vingança. Segundo o delegado, a vítima havia denunciado Alex Moreira Santos, chefe da facção Katiara no município.

Apreensão de armas de fogo e simulacros: uma grande quantidade de armas foi apreendida em operações policias desde o início do ano. De acordo Magalhães o armamento é oriundo de tráfico e evasão de fronteiras já que o município é circundado pela Rodovia BR-101.

Transferência de pesos para presídios da região: 8 detentos foram transferidos para um complexo penal da capital baiana no intuito de desafogar a cadeia pública. De acordo o Coordenador, mais serão encaminhados e de acordo a medida que mais suspeitos forem apreendidos serão encaminhados a penitenciárias da região.


Estamos aguardando mais informações sobre a morte de 7 elementos e prisões de outros, apreensão de armas e munições, fato que aconteceu nesta quarta (01), no Tabuleiro de Menezes, Conceição do Almeida.


F: Voz da Bahia

2 comentários:

  1. Agora vocês tem que partir pra cima das duplas de moto que estão tocando terror geral.

    ResponderExcluir
  2. As blitz tem que ser constante contra essas duplas de moto.

    ResponderExcluir