loading...

sexta-feira, 31 de março de 2017

Ricardo Machado organizava distribuição de propina, diz delator

Delatado no âmbito da Operação Adsumus por Luís Cláudio Sampaio Lobo, conhecido como Poi, o ex-prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado (PT), é apontado como “organizador” do esquema que desviou entre 2011 e 2016, ao menos R$ 24 milhões.

No documento, obtido pelo Bocão News, o delator afirmou que o esquema de emissão de notas superfaturadas contava com a participação do vice-prefeito, Leonardo Araújo Pacheco Pereira que, “dentre outras condutas, recebia dinheiro diretamente do acusado, Luis Claudio Sampaio Lobo, por ordem de Ricardo Machado”.

Leonardo Pacheco foi preso nesta terça-feira (28). A prisão aconteceu no município que fica no Recôncavo Baiano, e foi feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). O cumprimento do mandado é um desdobramento da Operação Adsumus e decorre das denúncias oferecidas pelos promotores de Justiça Aroldo Pereira e João Paulo Schoucair e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) que foram recebidas pelo juiz Sadraque Oliveira Rios.

A delação aponta ainda que Machado foi o autor da ordem de transferência de “quinhentos e poucos mil” em duas vezes para a empresa MRC, uma das muitas usadas no esquema que esvaziada os cofres da cidade.

MULTA – Como parte do acordo de delação premiada, Poi – o delator – terá de pagar R$ 2 milhões. O juiz determinou que o pagamento seja feito em 50 parcelas de R$ 40 mil.


F: Bocão News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

loading...
loading...