quarta-feira, 8 de março de 2017

S. A. DE JESUS: Rogério Andrade defende contratação de vaqueiro e diz que valor é ínfimo

Rogério Andrade, prefeito de Santo Antônio de Jesus, defende a polêmica contratação feita de um vaqueiro pela prefeitura por R$ 25 mil por um período de seis meses.

"O objetivo do contrato não é apenas a contratação de um vaqueiro. Engloba um vaqueiro, um veículo apropriado, disponibilização de um local adequado e pasto durante todo o período de guarda. São animais de grande porte", disse o prefeito em entrevista ao apresentador Zé Eduardo, na Metrópole FM, na manhã desta terça-feira (7). "É um valor ínfimo de R$ 4,2 mil", afirma.

O gestor explicou que o município ficou sem o serviço nos meses de janeiro e fevereiro e o número de animais soltos nas vias públicas se elevou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário