terça-feira, 18 de julho de 2017

Prefeitura afirma que município perdeu R$350 mil de emenda parlamentar por ingerência de gestão passada

Logo no início da gestão, o Governo da Mudança foi notificado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano o Estado da Bahia (SEDUR) sobre uma emenda do deputado Jorge Solla, no ano de 2015, contrato 821558/2015, no valor de 350 mil reais. Nossa cidade acabou perdendo este recurso, devido ao descaso com que a gestão anterior tratou o assunto. O projeto exigido foi apresentado de forma inconsistente e as modificações solicitadas nunca foram feitas. O recurso seria para pavimentação da região do Minha Casa Minha Vida, na Rua Vanju, abrangendo as ruas Domingos Ludugerio e Projetada D.
Ao assumir a Prefeitura, o prefeito Marcelo Pedreira e sua equipe correram e fizeram um novo projeto em tempo recorde, conforme documentos em anexo, para tentar salvar a emenda, mas, por causa dos prazos estabelecidos pelas leis, não havia mais tempo hábil para realizar todos os trâmites, já que a primeira medição deveria ser feita em 30 de junho deste ano.
O prefeito lamentou a perda e os prejuízos que ela causou para a população. “Infelizmente, nós perdemos esse recurso, no valor de 350 mil reais, por incompetência e falta de compromisso da gestão passada. Fizemos de tudo para tentar salvar esse projeto, mas não teve prazo hábil. Um projeto de 2015, que durante o ano de 2016 foi tratado com total falta de compromisso, o que causou um prejuízo muito grande para as pessoas que moram ali. Além disso, é também um prejuízo para o próprio parlamentar, que disponibilizou um recurso que ele tinha de emenda para o município, e ficou perdido pela omissão dos ex-gestores”, disse.
Já outra emenda, do mesmo deputado, datada de 2016, tem recebido um tratamento totalmente diferente do Governo da Mudança. Governador Mangabeira foi o primeiro município da Bahia a entregar todos os documentos solicitados pela SEDUR e o processo já está em fase final de análise, de onde sairá a pavimentação do loteamento Manoel Branco, no Projeto. “Hoje, a coisa publica é tratada de forma muito mais profissional, eficiente, buscando priorizar sempre o interesse da população”, comparou Marcelo.

F: Agecom-Gov. Mangabeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário