quinta-feira, 20 de julho de 2017

Racismo e Sexismo serão debatidos em seminário do Ministério Público sobre mulheres negras

Práticas e experiências contra o racismo e o sexismo serão debatidas na próxima quinta-feira, dia 27, durante o “II Seminário Biopolítica e Mulheres Negras”, que acontecerá na sede do Ministério Público estadual, localizada no bairro de Nazaré. O evento será aberto às 9h com a conferência da educadora Ana Célia da Silva sobre “Mulher negra e autoestima” e participação das promotoras de Justiça Lívia Sant'Anna Vaz, que coordena o Gedem e o GEDHDIS, e Márcia Teixeira, coordenadora do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos (CAODH). Mulheres com atuação em diversas áreas integrarão o corpo de palestrantes do seminário, que será realizado pelo MP por meio dos grupos de Atuação Especial em Defesa da Mulher e da População LGBT (Gedem) e de Proteção dos Direitos Humanos e Combate à Discriminação (GEDHDIS). Elas debaterão o racismo e o sexismo a partir de várias perspectivas e cenários.

O tema 'Comunicação e o racismo nas redes sociais' será abordado na primeira mesa de debates, que contará com a participação das jornalistas Vânia Dias, Rita Batista e Cleidiana Ramos. No início da tarde, às 14h30, será formada a segunda mesa para discutir 'Racismo institucional e mulheres negras no Sistema de Justiça', com a desembargadora Neuza Maria Alves da Silva, a atriz e youtuber Kênia Maria e a advogada Luciene Nascimento. Em seguida, a produtora de moda Luma Nascimento, a cantora Will Carvalho e a jornalista Maíra Azevedo (Tia Má) debaterão o tema 'Resistência negra na encruzilhada midiática'. A promotora de Justiça Lívia Vaz, a servidora do Gedem Marli Mateus e a jornalista Jamile Menezes serão as debatedoras das mesas. O seminário terá ainda intervenções culturais com o Projeto Axé, Grupo de Teatro da Polícia Militar, grafiteira Bia Cristine, Coletivo Zeferinas e Negrif.

Nenhum comentário:

Postar um comentário