loading...

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

'Não vão achar nada', diz Lúcio após ser alvo de operação da Polícia Federal

http://www.fortenoreconcavo.com.br/2017/04/saiba-um-pouco-mais-sobre-clarividencia.html
Após ser alvo de uma operação de busca e apreensão da Polícia Federal na segunda-feira (16), o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) apareceu pela primeira vez na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (18).

Em entrevista ao blog da jornalista Andréia Sadi, do G1, o peemedebista disse que a investigação contra ele é “normal” e assegurou que os policiais não encontraram em seu gabinete parlamentar, em Brasília, e no seu apartamento em Salvador algo que pudesse incriminá-lo. "Eu tenho certeza de que não vão achar nada. O processo político é que transforma a busca e apreensão como se fosse uma condenação. Os que pensam que isso é um ataque.. isso é uma defesa.", afirmou.

Para ele, o fato de ser irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima é que dá importância para o episódio. O peemedebista está sendo investigado junto com Geddel por suspeita de que estaria ajudando o irmão a manter R$ 51 milhões em dinheiro vivo em um apartamento na capital baiana. De acordo com a PF, o imóvel onde foram encontradas as malas e as caixas com milhões de reais foi emprestado a Lúcio Vieira Lima por um amigo da família e era usado por Geddel. O dono do apartamento confirmou ter entregue as chaves do local ao deputado baiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

loading...
loading...