loading...

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Estudante universitário da Unifacs é indiciado por estupro

Acusado de assédio sexual por duas alunas, o estudante de design gráfico da Unifacs, Douglas Mendes Lopes, de 30 anos, foi apresentado à imprensa, na manhã desta terça-feira (14/11), pela delegada Maria Selma Lima, titular da DT/Pituba, que o indiciou por estupro.
Uma equipe da delegacia prendeu Douglas na sexta-feira (10), por volta das 18h30, alguns momentos depois de fazer mais uma vítima, no campus da universidade, na Tancredo Neves. Ele entrou numa sala, onde se encontrava apenas uma aluna, tirou as calças e se masturbou.


A segurança da instituição avisou a delegacia sobre o fato e uma equipe de policiais rumou para lá, prendendo-o em flagrante. Conduzido à audiência de custódia no Núcleo de Prisão em Flagrante da Justiça, o juiz converteu a prisão em preventiva.

A delegada Maria Selma disse que, com esta aluna, já são duas vítimas a apontá-lo por assédio, mas o número pode ser maior. Segundo ela, Douglas era estudante da Unijorge, na Avenida Paralela, e subitamente abandou a instituição, recomeçando do zero na Unifacs, que já o expulsou.

“A apresentação dele à imprensa poderá contribuir para que outras vítimas procurem a delegacia”
, acredita a delegada, que já contabiliza várias ligações para sua unidade de possíveis vítimas querendo confirmar a prisão do estudante, que seguirá para o sistema prisional.


A delegada disse que Douglas não tem passagens pela polícia e que o caso começou a ser investigado desde a sexta-feira (3), quando ele foi denunciado por uma aluna do campus da Avenida Paralela, da Unifacs. Na ocasião, ele também se masturbou diante da estudante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

loading...
loading...