loading...

domingo, 26 de novembro de 2017

Sábado é marcado por três homicídios em Feira de Santana

Um homem ainda não identificado por assassinado por volta das 17h40 deste sábado (25/11), na rua Bahia, bairro Queimadinha, em Feira de Santana.

Segundo a polícia, a vítima foi executada com tiros na cabeça e costas.O crime foi praticado por dois homens que estavam de moto. O jovem trajava camisa verde e bermuda estampada.


Segundo caso
Na mesma tarde foi assassinado Marcos Vinícius Pereira da Silva, 26 anos, no bairro Tanque da Nação.

Segundo informações, a vítima morava no Feira X e estava bebendo na casa de Moisés Pires de Jesus, quando um homem utilizando capacete se aproximou e deflagrou os tiros.

De acordo com a polícia, Marcos era envolvido com uso e tráfico de drogas, e já esteve no presídio. Os levantamentos cadavéricos foram presididos pelo delegado Fabrício Linard.

Terceiro crime
O ex-presidiário Jailson Oliveira Mota, foi encontrado executado com cerca de vinte tiros na rua do Salvador, em frente ao Parque Frei Monteiro Sobrinho (Parque da Cidade), região do Feira VII, bairro Tomba, em Feira de Santana, por volta das 15h deste sábado (25).

Segundo informações, o crime foi cometido por homens que ocupavam um carro de dados ignorados. O delegado Fabrício Linard, contou que o pai da vítima informou que o filho morava na cidade de Itaberaba e estava na casa de uma mulher em Feira de Santana.

Ele contou ainda para o delegado que o filho passou dois anos no presídio, por um crime cometido em Itaberaba, e tinha saído da prisão há cerca de uma semana. A mulher, onde Jailson estava, foi quem comunicou a morte do rapaz. Ela será intimada pela polícia para prestar esclarecimentos e tentar ajudar a polícia nas investigações.

O delegado Fabrício Linard estranhou o fato de não haver marcas de sangue e cápsulas deflagradas no local onde o corpo foi encontrado, levantando a suspeita de desova em frente ao parque. Outro detalhe que chamou a atenção da autoridade foi a tatuagem de um palhaço nas costas da vítima, usualmente feita por 'matadores' de policiais.

O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para ser necropsiado.

F: Central de Polícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

loading...
loading...