loading...

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

O nome de Tavares tornou-se o mais forte para vice na chapa com o Democratas em 2018

O deputado estadual Pedro Tavares (PMDB), pode ser o escolhido pelo partido para compor chapa com o prefeito de Salvador em uma eventual candidatura ao governo de estado em 2018. Nesta terça-feira (5), uma fonte ligada ao parlamentar revelou a nossa redação a possível indiciação de Tavares para vice de Neto.

Articulações políticas trabalham com a possibilidade de uma chapa DEM/PMDB, tendo uma vaga de senador nas mãos do DEM e a outra com o PSDB, podendo um ser o prefeito de Feira de Santana José Ronaldo e outro Antônio Imbassahy, deputado com mandato federal licenciado para assumir o cargo de ministro no governo Temer.

Com o declínio da família Vieira Lima, atolada em escândalos de corrupção, Pedro Tavares assumiu o comando da sigla no estado e tornou-se o nome mais forte dentro do PMDB para compor chapa com Neto.

Em número de votos em 2014, o primeiro colocado do partido foi Bruno Reis, quando obteve 89.607 votos, atualmente ele é vice-prefeito de Salvador, e caso a saída de Neto se confirme, se tornará gestor da capital baiana até 2020.

Tavares foi o segundo colocado, teve 77.964 votos e o 14º eleito no estado. Nascido em Salvador, tem 41 anos e está no segundo mandato de deputado estadual. Em 2016 o nome dele chegou a ser ventilado com pré-candidato a prefeitura de Ilhéus, mas acabou não se confirmando.

Segundo informações, os opositores ao governo petista de Rui Costa, já formaram palanque em 390 municípios do estado da Bahia.

Um comentário:

loading...
loading...