quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

APLB Cruz das Almas defende gestão democrática nas escolas

Seguindo na luta, a APLB Sindicato Cruz das Almas se reuniu com diretoras eleitas para direção e vice-direção de escolas da rede municipal de ensino de Cruz das Almas, na manhã desta segunda (29), na sede da entidade sindical.

As gestoras foram eleitas no último certame, realizado em 2016, por imposição do Ministério Público, após cobranças e pressão da APLB Sindicato. O encontro foi marcado por troca de experiências e discussões em prol de melhorias para a gestão nas unidades de ensino.

A APLB Cruz das Almas defende a gestão democrática nas escolas para um ensino público, gratuito e de qualidade e, sobretudo, pautado no constante diálogo.

O diretor da APLB em Cruz das Almas, Carlos Augusto, ressaltou as dificuldades encontradas pelas diretoras eleitas no primeiro ano de gestão do governo municipal, bem como os entraves ocorridos entre o governo e a categoria.

Na oportunidade, as diretoras e vices elegeram um colegiado – órgão que as representará e promoverá maior unidade de luta, além de encaminhar demandas que a secretaria de Educação não faz. O colegiado agendará uma reunião com o prefeito para sinalizar as carências das escolas e urgências a serem sanadas.

Notificação do MP
Recentemente, o Ministério Público do Estado, em Cruz das Almas, notificou a APLB requerendo informações acerca do processo eleitoral – que culmina com o curso de qualificação para gestão escolar.

Em resposta, a entidade sindical informou que a secretaria municipal de Educação ainda não realizou a capacitação, indo de encontro ao item 3.3 do certame, que dispõe da terceira etapa do processo eleitoral. A APLB Sindicato solicitou do Promotor de Justiça, Adriano Marques a notificação ao município a fim de que seja cumprido o previsto pelo certame.

Reportagem: Rafael Lopes – DRT/BA 4882

Nenhum comentário:

Postar um comentário