segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

GOV. MANGABEIRA: Prefeito assina Ordem de Serviço para primeira construção do Programa Casa Legal

Na manhã da última sexta-feira (16), o prefeito Marcelo Pedreira esteve, acompanhado do vice-prefeito Orlandinho Leite, de secretários, vereadores e lideranças, na localidade do Carpina para lançar mais uma importante ação do Governo da Mudança.

Na oportunidade, o prefeito assinou a Ordem de Serviço para a construção da primeira casa do Programa Casa Legal. O programa, custeado com recursos do município, foi idealizado ainda no período de campanha e contemplará famílias sem renda e em situação de vulnerabilidade social que fizeram o Cadastro Social no início do ano passado.

Marcelo afirmou que a meta é construir, em três anos, 60 casas e que cada uma deve custar entre 12 e 15 mil reais. Ele destacou ainda, que, nos últimos anos, nada foi feito no setor da habitação popular, por isso a grande demanda dos mangabeirenses. “Nos últimos oito anos, com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, só foram construídas 60 casas. E, em apenas quatro anos, com recursos do povo de Governador Mangabeira, nós vamos alcançar essa marca. Vamos começar agora a partir de fevereiro, construindo uma casa por mês. Nesse período de 36 meses, vamos suprir o ano de 2017, no qual, infelizmente pelo caos administrativo que encontramos no município, não foi possível tocar o programa”, explicou.

O prefeito comemorou também o fato de estar conseguindo realizar tantas obras e ações em um período onde só se fala em crise, além de anunciar o Programa Morar Melhor, que vai reformar casas. “Para isso, é preciso que o governo tenha cada vez mais economia no custeio da maquina pública. Vamos brigar por cada centavo. Eu fiz questão de convidar todas as lideranças, porque é necessário compreender que, quanto mais o governo economiza, mais podemos atender às pessoas que tanto precisam. As dificuldades são reais, mas quando a gente faz com seriedade e transparência, colocando o interesse coletivo acima das questões particulares, é possível avançar”, exaltou, lembrando que a Prefeitura inicia o ano de 2018 com muitas obras em execução, como pavimentação e drenagem de ruas, reformas de escolas e do Estádio Municipal.

A primeira beneficiária do Programa Casa Legal, Lucimare Brandão, que morava com seu filho de um ano e oito meses em uma casa de apenas dois quartos, sala e uma pequena cozinha, sem banheiro, comemorou a notícia. “É uma maravilha, uma alegria imensa, porque eu não tenho condições de construir do meu bolso e hoje posso dizer que vou ter meu teto. Pedi forças a Deus e agora só tenho a agradecer. Agradeço do fundo do meu coração. Fiz o meu cadastro com fé, porque antes eu não botava fé. Acreditei que as coisas iam melhorar porque agora é o Governo da Mudança”, declarou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário