quinta-feira, 10 de maio de 2018

Professores acusados de estupro têm prisão preventiva solicitada

O delegado Leonardo Mendes, titular da Delegacia Territorial (DT), de Luís Eduardo Magalhães, informou, nesta quinta-feira (9), que vai solicitar à Justiça a prisão preventiva de Josenildo de Almeida Lopes, o Pássaro Preto, e Rafael Pereira da Costa, o Madrugada, acusados de estuprar crianças e adolescentes, naquela cidade.

Josenildo e Rafael são professores de capoeira e se aproveitavam da condição para abusar sexualmente dos alunos. De acordo com o delegado, a dupla, que foi presa na quarta-feira (8), já vinha sendo investigada há quatro meses e algumas vítimas foram ouvidas.

Interrogados, o capoeirista e o comparsa negaram a autoria do crime. “Apesar da negativa, durante o depoimento eles entraram em contradição, o que, para mim, só reforça a culpa de ambos”, ressaltou o delegado. As investigações continuam para identificar outras vítimas de Josenildo e Rafael.

Nenhum comentário:

Postar um comentário