sábado, 9 de junho de 2018

Eginival é preso por manter ex-companheira em cárcere privado

Suspeito de manter a ex-companheira em cárcere privado numa chácara na zona rural de Barreiras, no oeste do estado, Eginival Bastos Teles, foi preso, por equipes da 11ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Barreiras). Ele estava com um mandado de prisão preventiva em aberto por violência doméstica.

O delegado Filipe Madureira, da 11ª Coorpin/Barreiras, informou que a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam/Barreiras) já registrava o 5ª inquérito policial envolvendo Eginival como autor de crimes de violência doméstica.

“Ele também responde a processo pelo mesmo crime contra outra ex-companheira”, explicou a delegada Claudia Duarte, titular da Deam/Barreiras. Além dos procedimentos por violência doméstica, em janeiro de 2018, Eginival foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de calibre restrito, durante uma operação do Núcleo de Inteligência da 11ª Coorpin/Barreiras.

Após a denúncia encaminhada à Deam de que o agressor mantinha a mulher presa na chácara, equipes da unidade especializada, Núcleo de Inteligência, Delegacia de Homicídios (DH/Barreiras) e guarnições da Rondesp/Oeste, da Polícia Militar, estiveram no local, 45 quilômetros distante da sede da cidade e efetuaram a prisão do agressor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário