quarta-feira, 20 de junho de 2018

Operação Em Chamas fiscaliza barraca de fogos em Cruz das Almas e mais três cidades baianas

Equipes da Coordenação de Fiscalização de Produtos Controlados (CFPC) e da Delegacia do Consumidor (Decon), da Polícia Civil, deflagraram, a Operação Em Chamas. Com o objetivo de fiscalizar a venda de fogos de artifício, a ação contou com integrantes do Exército Brasileiro (EB), Ministério Público (MP) e da Coordenadoria de Defesa do Consumidor (Codecon).

A operação, comandada pelo coordenador da CFPC, delegado Fábio Silva, percorreu quatro postos de venda de fogos de artifício na capital baiana e RMS. “Fiscalizamos os principais pontos de venda desse produto durante período junino, com o objetivo de garantir a segurança de vendedores e consumidores”, ressaltou o coordenador. Na operação, 16 estabelecimentos foram vistoriados.

“Observamos se está tudo dentro das normas previstas para o comércio e apreendemos qualquer material que não esteja de acordo”, explica o titular da Decon, delegado Marcelo Tannus, que ainda informou que todo material apreendido deve ser destruído. Na operação, os policiais recolheram mercadorias irregulares que haviam sido descartados nas proximidades dos estabelecimentos, mas nenhuma das barracas foi autuada.

Operação no interior
Além da capital, a operação também se estende para o interior do estado. Feira de Santana, Cruz das Almas, Alagoinhas e Serrinha, são algumas das cidades onde equipes da Polícia Civil também estão fiscalizando o comércio de fogos. “Nossa ação é intensa no interior, pois nessas cidades, a venda de fogos é ainda maior”, destaca o delegado Fábio Silva.

Além das barracas, caminhões estacionados no espaço destinado à comercialização dos fogos, também estão sendo vistoriados a fim de evitar o armazenamento ou transporte de materiais, de forma inadequada.

Um comentário:

  1. Kkkkkkkkkkkkkk!
    "Em chamas"
    Parabéns aos agentes, pela operação, e parabéns ao repórter, responsável pelas informações citadas na reportagem.

    ResponderExcluir