segunda-feira, 24 de setembro de 2018

CACHOEIRA: Cabeça de boi em frente à Estação Férrea chama atenção da população

Uma mulher não identificada deixou uma cabeça de boi em um cesto de palha na madrugada desta segunda-feira (24) em frente à antiga Estação Férrea que fica no centro de Cachoeira, cidade do Recôncavo baiano. Curiosos e populares tiram fotos para postar nas redes sociais.

Segundo informações, tal feito seria um ‘ritual de Magia Negra’ que tem como propósito destruir a vida amorosa de um desafeto. Outros afirmam ser um trabalho feito para os políticos da cidade.

Mas você sabe o que é macumba?
No sentido original da palavra, “macumba” é apenas um instrumento de percussão de origem africana, semelhante a um reco-reco. Um “macumbeiro” era o indivíduo que tocava este instrumento. Entretanto, o termo hoje é geralmente relacionado a rituais religiosos sincréticos de matriz africana, e começou a ser usado dessa forma a partir da primeira metade do século XX, quando igrejas neopentecostais e alguns outros grupos cristãos consideravam profana a prática de religiões como a Umbanda e o Candomblé (onde o instrumento musical era muito usado). Com o tempo, quaisquer manifestações dessas religiões passaram a ser tratadas como “macumba”.
Despachos feitos na encruzilhada com pinga e velas vermelhas, pratos de farofa com champanhe, galinhas pretas sacrificadas e várias outras mais, a popular ‘macumba’ ainda é muito praticada no Brasil, e há quem tenha muito medo dela. Elas são realizadas normalmente com algum propósito pessoal (bom ou não), onde são oferecidos presentes e ‘agrados’ (as famosas oferendas) aos espíritos e entidades específicas. Pede-se de tudo: desde proteção, amor, dinheiro até a morte do inimigo.


#ForteNoReconcavo

4 comentários:

  1. Cada religião cada uma o respeito deve prevalecer, Porém, Entendam ninguém é obrigado a andar na rua com sua família e encontrar uma cabeça de cavalo, boi ou outros animais. E não poder falar nada que acham que estão discriminando a religião responsável por colocar a cabeça do animal seja ele qual for nas ruas das queridas cidades, tem gente que não gosta e tem gente que gosta.
    Cada um cada um.

    ResponderExcluir
  2. É mas não devemos julgar um a todos, não é só porque um não respeita que todos não vão respeitar.
    Não é porque um não respeita o Candomblé que todas pessoas não vão respeitar, Deus olha para todos(a) da mesma maneira.

    ResponderExcluir
  3. Algumas pessoas tem medo das cabeças de animais colocadas nas ruas e não tem de Deus, que vê tudo e todas as coisas.
    Tem medo dos comentários mas não tem de Deus.
    Cada um Cada um!

    ResponderExcluir
  4. Como em outras religiões essa também existe muitas mulheres lindas!
    Cada um cada um, Respeito deve prevalecer.

    ResponderExcluir