quarta-feira, 5 de setembro de 2018

CRUZ DAS ALMAS: Celebração marca centenário de nascimento do Padre Julião

Uma Celebração na Catedral Nossa Senhora do Bom Sucesso, nesta manhã (05/9), marcou o centenário de nascimento do Pe. Julian Edward Josef Claes, conhecido como Padre Julião. A Missa foi presidida por Dom Tourinho e concelebrada pelos padres Genivaldo, Josevaldo e pelo Monsenhor José de Souza Neiva.

Na homilia, Dom Tourinho destacou o ardor missionário do Padre Julião. “Ele desejou ir além mar, despediu-se dos parentes e do continente europeu e veio ser missionário aqui no Brasil, aqui em Cruz das Almas”. O Bispo, registrou ainda o trabalho desenvolvido pelo Pe. Julião com as famílias do campo: "Ele dedicou seu ministério sacerdotal aos jovens filhos dos pequenos agricultores".

Após a Missa, foi realizada uma solenidade no anexo da Catedral para inauguração do salão que homenageia o sacerdote. O Salão foi reformado e recebeu o nome do saudoso padre que atuou durante 30 anos na Paróquia Bom Sucesso. Além do Bispo e dos padres, o ato contou com a presença da direção do Centro Promocional Rural da Bahia (CEPRUB), representado pelo atual presidente Carlos Valter Vilas Boas, da Secretária de Educação de Maragojipe, Marli Medina, do Prefeito de Cruz das Almas, Orlando Peixoto Pereira Filho, do professor Raimundo Fonsêca, ex-presidende do Ceprub, Sergi Claes, representante da família do homenageado, por ex-alunos das Escolas da Família Rural e pela comunidade paroquial.

No dia 16 de setembro, vai ocorrer mais uma atividade em comemoração ao centenário do padre. Uma Escola Municipal no distrito de Guapira, em Maragojipe, será inaugurada e receberá o nome de "Escola Padre Julião". Dom Tourinho presidirá uma missa e abençoará as instalações da nova escola às 16 horas.

Biografia
O Padre Julião, nasceu na Bélgica em 05 de setembro de 1918 e foi enviado ao Brasil, sendo designado para colaborar como vigário da Paróquia de Cruz das Almas em março de 1969, função também exercida em Sapeaçu, até 30 de setembro de 1984, quando estas duas paróquias foram separadas uma da outra.


Além de Padre era agrônomo e fundou as Escolas da Família Rural em Sapeaçu e Maragojipe, para a formação de jovens das comunidades rurais, ofertando cursos de técnicas agrícolas, evitando o êxodo rural e fortalecendo a agricultura familiar. Mais de 2 mil jovens foram alunos das escolas.

No dia 28 de junho de 1998, domingo, quando seguia para celebrar missa em uma comunidade rural, o Pe. Julião acompanhado de Argemiro Sátiro, sofreram um acidente de carro, na entrada de Cruz das Almas, provocando a morte do sacerdote e do Sr. Argemiro.


F: ASCOM-Diocese Cruz das Almas

Um comentário: