quinta-feira, 18 de outubro de 2018

SÃO FELIPE: Com salários atrasados, professores decretam greve por tempo indeterminado

Com salários atrasados, os professores da rede municipal de São Felipe decretaram, por unanimidade, greve por tempo indeterminado durante assembleia realizada nesta quarta-feira (17). A paralisação será iniciada no próximo sábado (20) e é motivada pelos recorrentes atrasos no pagamento dos salários dos profissionais da Educação.

Os professores cobram a regularização do salário do mês de setembro, que ainda não foi pago pela prefeitura, além do cumprimento da determinação de pagar os vencimentos até o quinto dia útil, o que não vem acontecendo.

A categoria ainda cobra o reajuste salarial de 2018, conforme pactuado pelo Piso Salarial Nacional, e pedem uma solução para equacionar os diversos problemas enfrentados pelos profissionais.

"Diante de tudo quanto exposto, não restou outra saída para a categoria a não ser a deflagração de greve - um remédio amargo que, infelizmente, traz prejuízos para todos, mas que é um instrumento de luta constitucional para garantir os direitos da categoria", diz a nota da APLB-Sindicato, que representa os professores.

O grupo de oposição de São Felipe ressalta que tem dialogado com os professores e deu apoio à paralisação. "O que estamos vendo é uma completa falta de respeito com os professores. A atual gestão, além de não dar boas condições de trabalho, ainda atrasa o pagamento de salários. Os profissionais merecem respeito", ressaltou o professor e ex-secretário da Educação Pedro Júnior.

Logo abixo, cópia do documento da APLB.

#ForteNoReconcavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário