terça-feira, 27 de novembro de 2018

FEIRA DE SANTANA: SENAI abre inscrições para cursos técnicos

O SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, através do Edital 2019.1, está com as inscrições abertas para os cursos técnicos. Em Feira de Santana serão ofertados os Cursos Técnicos em Automação Industrial, Edificações, Desenvolvimento de Sistemas, Qualidade, Química, Mecatrônica, Logística, Segurança do Trabalho, Mecânica Industrial, Eletromecânica, Eletrotécnica, Refrigeração e Climatização e Manutenção Automotiva.

São 1250 vagas distribuídas em 25 turmas, sendo 125 vagas para bolsas integrais destinadas aos candidatos que tiverem pontuação média aritmética simples, igual ou superior a 550 (quinhentos e cinquenta) pontos no ENEM dos anos de 2013, 2014, 2015, 2016 ou 2017.

As inscrições para este Edital são on-line e sem prova até o dia 20/12/18 para os pagantes, e para os que concorrerem às bolsas integrais até o dia 29/11/2018, através do site www.tecnicosenai.com.br. Maiores informações sobre os cursos através do telefone 75 3229-9154/9157 ou pelo Whatsapp 75 98867-5328.

ONDE CADA PROFISSIONAL TÉCNICO PODERÁ ATUAR?

O Técnico em Edificações atuará no setor de construção civil. O profissional dessa área vai criar, desenvolver, executar e coordenar projetos de edificações, além de trabalhar em pesquisas tecnológicas e serviços de instalação e manutenção em canteiros de obras. Pode atuar em empresas de construção civil, escritórios de projetos de arquitetura e engenharia, em canteiros de obras, nos laboratórios de pesquisa e desenvolvimento de materiais e como profissional autônomo.

Com o curso Técnico em Qualidade, o profissional atuará na implementação, manutenção e auditorias dos sistemas de gestão da qualidade, controlar a qualidade de produtos e processos, considerando os padrões, normas, procedimentos e requisitos técnicos de qualidade, de saúde e segurança e de meio ambiente pertinentes. A atividade do Técnico em Qualidade é desenvolvida em instituições públicas e privadas dos mais variados portes, segmentos (industriais, comerciais e de serviços), empresas do terceiro setor, de consultoria e de auditoria e como profissional autônomo.

O Técnico em Química realizará amostragens, análises físico-químicas, instrumentais e microbiológicas de produtos, poderá operar em processos industriais e atuar no desenvolvimento de produtos e serviços (como produção de cosméticos, remédios, borrachas, plásticos, alimentos etc), zelando por padrões de qualidade e pela integridade de pessoas e do meio ambiente.

Poderá atuar em indústrias químicas, laboratórios de controle de qualidade de todas as indústrias (metalmecânica, pneus, alimentos e bebidas, por exemplo), de certificação de produtos químicos, alimentícios e afins. Também em laboratórios de ensino e de P&D em indústrias, em empresas de consultoria, assistência técnica, de comercialização de produtos uímicos, farmoquímicos e farmacêuticos, e em estações de tratamento de águas e efluentes (indústrias e Embasa, por exemplo).

O profissional Técnico em Desenvolvimento de Sistemas terá como atividades desenvolver e programar sistemas computacionais, atendendo normas e padrão de qualidade, usabilidade, integridade e segurança da informação. No mercado de trabalho esse profissional poderá atuar em setores de desenvolvimento e de tecnologia, empresas de todos os segmentos, como comércio, consultoria, telecomunicações, prestação de serviços, departamento de TI nas indústrias e em fábricas de software.

O Técnico em Mecatrônica desenvolverá sistemas automatizados de manufatura, implementará e manterá máquinas e equipamentos automatizados. Poderá trabalhar em indústrias com linhas de produção automatizadas, aeroespaciais, automobilísticas, metalomecânica e plástico. Também em empresas integradoras de sistemas de automação industrial, fabricantes de máquinas, componentes e equipamentos robotizados, em grupos de pesquisa que desenvolvam projetos na área de sistemas elétricos e em laboratórios de controle de qualidade.

O Técnico em Automação Industrial tem como atividades manter, implementar, desenvolver e otimizar sistemas de controle e automação das máquinas e equipamentos industriais. O profissional poderá trabalhar em indústrias que utilizam sistemas automatizados e em empresas fornecedoras desses sistemas, que prestam serviços de manutenção e de engenharia de processo.

O Técnico em Eletrotécnica tem como principais atividades instalar, manter e projetar sistemas elétricos prediais, industriais e de potência, cumprindo legislações vigentes, parâmetros de eficiência energética, normas técnicas, de qualidade de segurança e saúde e, ainda, ambientais. Poderá trabalhar em empresas que atuam na instalação, manutenção, comercialização e utilização de equipamentos e sistemas elétricos. Também em empresas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, projetos na área de sistemas elétricos, em concessionárias e prestadores de serviços de telecomunicações e em indústrias de transformação.

O Técnico em Manutenção Automotiva é responsável pela manutenção e reparo de veículos. Para isso, diagnosticará problemas e reparará motores e demais sistemas mecânicos como suspensão, freios e transmissão. Também atuará com sistemas eletroeletrônicos, carroceria, funilaria e capotaria. O profissional poderá trabalhar em montadoras automotivas, concessionárias e revendas, empresas de fabricação e comercialização de equipamentos, acessórios e peças para automóveis, implementos e máquinas agrícolas, setor de instalação de equipamentos, dispositivos e acessórios em veículos e com vistorias e certificação veicular.

O profissional Técnico em Refrigeração e Climatização poderá elaborar projetos de instalação de sistemas de refrigeração e climatização sob supervisão e na coordenação da execução, da manutenção e da instalação de sistemas de refrigeração e climatização, seguindo legislação e normas técnicas, ambientais, de saúde e segurança no trabalho e utilizando as boas práticas. Atuará em indústria, comércio e serviços em diferentes setores como: fabricação de equipamentos, revendas, oficinas mecânicas, empresas de inspeção técnica e de assistência técnica (câmaras refrigeradas, por exemplo) e automotivo.

O Técnico em Logística forma profissionais especializados em atividades de transporte (rotas e meios de transporte), operações e processos logísticos, como armazenamento e distribuição de produtos e mercadorias, e em cadeia de suprimento. A Logística está presente em quase todas as grandes atividades econômicas, e é especialmente necessária em grandes empresas e indústrias. O profissional dessa área poderá trabalhar em indústrias, aeroportos, portos, transportadoras, varejistas, centros de distribuição, assessorias, empresas de importação e exportação, supermercados, shopping centers etc.

O Técnico em Segurança do Trabalho atua principalmente na avaliação e prevenção de acidentes e de doenças ocupacionais em empresas de diferentes setores, desde a construção civil, indústria até hospitais e bancos. O profissional desenvolverá atividades de identificação de riscos de acidentes pessoais, materiais e ambientais, implementação de ações corretivas, análise de acidentes e doenças de trabalho e recomendação de ações para prevenção, planejamento e execução de programas de treinamento de segurança, orientação e fiscalização dos trabalhadores na utilização de equipamentos de proteção individual (EPI) e coletiva (EPC), como também participação em reuniões e campanhas de prevenção.

O Técnico em Mecânico Industrial participa da gestão da manutenção mecânica, é responsável pela gestão direta da confecção de peças e componentes mecânicos, além de atuar no desenvolvimento de projetos dedicados à manutenção mecânica e na manutenção dos sistemas automatizados de máquinas e equipamentos industriais, atendendo as normas e padrões técnicos, de qualidade, saúde e segurança e de meio ambiente. As atividades desse profissional é desenvolvida em indústrias de diferentes portes, segmentos e níveis tecnológicos, como fábricas de máquinas, equipamentos e componentes mecânicos, indústria em geral: aeroespacial, automobilísticas, metalmecânica, de manutenção e reparos, geração de energia, siderúrgicas, entre outras.

Para o profissional Técnico em Eletromecânica atuará no planejamento, execução, inspeção e instalação de máquinas e equipamentos eletromecânicos. Também está apto a trabalhar no controle de qualidade e gestão em indústrias com linhas de produção automatizadas em empresas de pesquisa e manutenção eletromecânicas. No mercado de trabalho poderá trabalhar em indústrias com linhas de produção automatizadas, aeroespaciais, automobilísticas, metalomecânica e plástico, também em indústrias de transformação e extrativa em geral. Empresas que atuam na instalação, manutenção, comercialização e utilização de equipamentos e sistemas eletromecânicos, com grupos de pesquisas que desenvolvam projetos na área de eletromecânica e em laboratórios de controle da qualidade, calibração e manutenção de equipamentos.

Seguem os links para acessar com maiores informações sobre os segmentos mencionados acima e o mercado de trabalho na indústria:

Mapa do Trabalho Industrial no site da CNI:

http://www.portaldaindustria.com.br/cni/imprensa/2016/10/1,100183/industria-precisa-qualificar-13-

milhoes-de-trabalhadores-ate-2020.html

Site da FIEB (Federação das Indústrias do Estado da Bahia): http://www.fieb.org.br/

Informações sobre cada curso e mercado de trabalho: www.tecnicosenai.com.br

F: ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário