terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Familias dos baianos vítimas de Brumadinho vão receber R$ 100 mil de doação da Vale

O diretor-executivo de finanças e relações com investidores da mineradora Vale, Luciano Siani, anunciou nesta segunda-feira (26/1) que a empresa fará uma doação imediata de R$ 100 mil para cada família de pessoas desaparecidas ou de vítimas da tragédia que se seguiu ao rompimento da barragem da Mina Feijão, em Brumadinho (MG).

As famílias dos baianos de Santo Amaro e Salvador podem receber essa doação. Segundo informações, os familiares das vítimas de Santo Amaro, por meio da Secretaria de Assistência Social do município, irão até Brumadinho para acompanhar de perto as buscas dos corpos com todas as despezas custeadas pela prefeitura.

De acordo com o diretor, não se trata de indenização, mas de uma doação para garantir o sustento das famílias de imediato. “A doação começa imediatamente. É uma forma de garantir um alívio para famílias que, muitas delas, dependem seu ganha-pão da empresa”, destacou. “O objetivo é minorar as incertezas dos chefes de família que perderam seu ganha-pão”, disse.

A empresa também anunciou a contratação de um equipe de psicólogos especialistas em tragédias, do Hospital Albert Einstein, para auxílio das famílias de vítimas.

Royalties
A Vale, de acordo com Siani, também tomou a decisão de continuar pagando para o município de Brumadinho a integridade dos royalties da mineração, apesar das atividades estarem suspensas na região. De acordo com informações da empresa, em 2018, a Vale pagou cerca de R$ 140 milhões pra a prefeitura da cidade a título de royalties.

F: Metropoles/#ForteNoReconcavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário