sábado, 9 de março de 2019

Executado em São Marcos era “frente do BDM”; mulher também é identificada

O casal morto na manhã deste sábado (09/03) em São Marcos, na capital, já foi identificado. O crime aconteceu por volta das 9h, na rua principal do bairro, próximo ao Colégio Ana Tereza. Eles foram executados com mais de 20 tiros dentro de um veículo HB20, de cor branca e placa de Valença. Outras duas mulheres também estavam no veículo, foram baleadas e sobreviveram.

De acordo com a uma fonte, os assassinos fugiram em um carro preto, modelo Chevrolet Spin, que foi encontrado com marcas de sangue no início da tarde na Avenida Gal Costa.

Ainda de acordo com a fonte, a mulher era conhecida como ‘Larissa Braba’ e não tinha passagens na polícia. A suspeita é que ela foi assassinada por que “estava na hora errada, no lugar errado e com a pessoa errada

Já o homem era um traficante de alto periculosidade, considerado “linha de frente” do Bonde do Maluco (BDM) na Bahia. Trata-se de Leonardo Silva Santos, o “Leo Moringa”, braço-direito do líder da facção criminosa “Cristiano Dignow”.

“Leo Moringa” atuava em todo estado, mas seus principais pontos de tráfico de drogas eram nos bairros de Brotas, Pituaçu e Campinas de Pirajá, ambos em Salvador. Ele também era assaltante de banco e tinha mandado de prisão em aberto. A Polícia Civil investiga o duplo-homicídio.


F: Informe Baiano

Nenhum comentário:

Postar um comentário