sábado, 3 de agosto de 2019

Escolhido por Bolsonaro, novo reitor da UFRB é filiado ao PT e orientou pesquisa sobre MST 

Escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para ser o novo reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), o professor Fábio Josué Souza dos Santos é filiado ao PT desde 1999 e já presidiu o partido em Amargosa, no Recôncavo baiano. 

Fábio Josué foi o terceiro mais votado na lista tríplice encaminhada a Bolsonaro para escolher o comandante da instituição. Segundo apurou a reportagem, todos os indicados na lista são ligados ao PT, mas Fábio Josué seria menos próximo à cúpula da legenda.

A segunda colocada, a professora Tatiana Velloso, é inclusive casada com o secretário estadual de Educação (SEC), Jerônimo Rodrigues (PT). Primeira colocada, Georgina Gonçalves dos Santos lamentou o desfecho e disse que a escolha do terceiro colocado "abre precedente perigoso".

Fábio Josué é doutor em Educação e pesquisa, entre outros temas, sobre escolas rurais. Em 2015, defendeu a tese de doutorado "Docência e memória: narrativas de professoras de escolas rurais multisseriadas". Além disso, o novo reitor mostra ter ligação com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

No ano passado, disse, em seu currículo Lattes, ter participado da reunião de balanço projetivo dos mestrados em parceria com o movimento. Também foi orientador, neste ano, de uma dissertação de mestrado sobre educação escolar nos assentamentos do MST no Recôncavo baiano, do pesquisador Vangilson Ferreira Bispo.

Na campanha do ano passado, Bolsonaro afirmou que é necessário o fechamento de escolas em assentamentos do MST, pois, segundo ele, são "fábrica de guerrilheiros no Brasil". "Queremos por um ponto final nas escolinhas do MST. A bandeira que eles hasteiam não é a verde e amarela, é a vermelha com uma foice e um martelo. Lá eles não aprendem o Hino Nacional, eles aprendem a Internacional Socialista. Eles estão formando uma fábrica de guerrilheiros no Brasil", afirmou na época o candidato.

F: Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário