loading...

quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Eleição 2020 na Bahia contará com esquema especial de policiamento

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia montou um esquema especial para garantir o direito constitucional de voto nas eleições que ocorrem no próximo domingo (15). Uma reunião realizada na manhã desta quarta-feira (10), no Centro de Operações e Inteligência- 2 de Julho, definiu os ajustes finais para a atuação das forças de segurança.

Cerca de 25 mil profissionais entre policiais e bombeiros vão participar da Operação Eleições 2020. Reforço do policiamento nas ruas e dos efetivos nas delegacias, escoltas de urnas e instalação do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) estão entre as ações.

Haverá incremento no policiamento em todas as regiões do estado. Em Salvador, o CICC vai reunir representantes de 19 instituições públicas e privadas, em regime de plantão, para pronta tomada de decisões.

Entre os órgãos integrantes do Centro estão, além das forças de segurança estaduais, representantes do Exercício, Polícia Federal e Rodoviária Federal, Coelba, Guarda Civil Municipal, Transalvador, Samu, Secretaria de Relações Instituições (Serin), entre outros.

No Centro de Apoio Técnico do TRE, de onde saem e retornam as urnas, no bairro de Pirajá, duas Plataformas de Observação Elevada vão gerar imagens para o CICC, permitindo o monitoramento do que acontece nos arredores do local.

"Estamos atentos para garantir o direito de cada cidadão baiano escolher seu representante para os próximos quatro anos. Além da fiscalização para o cumprimento das determinações do Tribunal Regional Eleitoral, também vamos continuar atuando nas funções ordinárias, bem como para o cumprimento das medidas de prevenção à Covid-19, em apoio à Sesab", afirmou o secretário da SSP, Maurício Teles Barbosa, que presidiu a reunião.

Disse ainda que, através dos Centros Integrados de Telecomunicações (CICOMs) distribuídos nos estado, as informações sobre o que acontece no interior chegarão de maneira ágil ao CICC, para adoção de providências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário