loading...

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Acusado de matar a facadas a própria companheira é liberado após prestar depoimento à polícia

http://www.fortenoreconcavo.com.br/2017/04/saiba-um-pouco-mais-sobre-clarividencia.html
Acusado de matar a mulher com golpes de faca na manhã de sexta-feira (13/10), no bairro Gabriela, em Feira de Santana, Pedro da Silva Paixão se apresentou na tarde desta terça-feira (17), na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e alegou que cometeu o crime num momento de raiva.Ele estava acompanhado do advogado Jofre Lima.

Maria Neuza da Paixão, 43 anos, morreu dentro de casa, na rua Andando nas Núvens, após ser atingida no peito e em outras partes do corpo. A delegada Thiara Ramos, que presidiu o levantamento cadavérico, informou ao repórter Sotero Filho, que o suspeito iniciou uma discussão após ver uma mensagem no aparelho celular da vítima.

Na delegacia, o acusado contou chorando que a ‘mulher confessou que estava gostando de outro homem e no momento de raiva cometeu o crime’. Disse ainda que estava arrependido. Durante o depoimento, o acusado alegou ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e depois disso a mulher o rejeitou e descobriu a traição.

A delegada Ludmila Vilas Boas, da DHPP, disse para nossa reportagem que não acredita na versão de arrependimento do acusado, e que ele premeditou o crime, e que no mês de maio, teria pedido desculpas à família da vítima. "Ele desconfiava da traição desde dezembro de 2016 e em maio, no dia das mães, esteve na casa dos parentes da vítima e se reportou ao pai e a mãe da vítima, pedindo perdão, mas a família não sabia do que se tratava", declarou a delegada.

Ludmila Vilas Boas informou ainda que ouviu testemunhas do crime, a exemplo da filha do casal, de 14 anos, que tentou salvar a mãe, e o pai teria investido contra ela. Ainda segundo a delegada, as filhas que presenciaram o crime contaram que bateram na porta quando ouviram os gritos e quando retornaram viram a faca cravada na vítima.

Como não havia ainda um pedido de prisão preventiva, o acusado prestou depoimento e foi liberado.

F: Central de Polícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

loading...
loading...