loading...

domingo, 8 de outubro de 2017

Bate-papo jornalístico dá o tom na primeira mesa do sábado na Flica

http://www.fortenoreconcavo.com.br/2017/04/saiba-um-pouco-mais-sobre-clarividencia.html
Na manhã de sábado (07), a Flica foi marcada pelo tempero jornalístico. Francisco José e Ricardo Ishmael participaram da mesa “Entre a notícia e a ficção: limites, contrapontos e narrativas possíveis”, com mediação de Zulu Araújo. Eles são destaques na TV, conhecidos por percorrer seus estados apresentando diferentes realidades. A Festa Literária Internacional de Cachoeira – Flica está sétima edição e com programação até domingo (08).

Os jornalistas conversaram sobre do processo da escrita jornalística e literária. Ricardo Ishmael está lançando seu primeiro livro de contos inspirados no sertão nordestino. “O Curioso Destino de Rita Quebra-Cama” reúne sete contos de ficção e aborda temas que vão desde a seca até as lendas urbanas, passando por questões como disputa pela posse de terras, dilemas de família, relações amorosas. Francisco José, tem mais de duas mil reportagens pelos cinco continentes, em 41 anos como repórter da televisão e finalista do Prêmio EMMY, o Oscar da televisão mundial. Autor do livro “40 Anos no Ar”, livro com toda a renda destinada à Fundação Terra, uma entidade assistencial sem fins lucrativos, que mantem hospitais, creches, escolas, abrigos, nos sertões de Pernambuco e do Ceará.

Juntos, traçaram um panorama do jornalismo atual e de seus escritos, já que são jornalistas com alma de escritores que ultrapassam as fronteiras de suas pautas diárias. A mesa seguiu de forma bem descontraída com relatos de coberturas jornalísticas e da forma como se descobriram escritores.

O sábado na Flica segue com mais três mesas, “Verbos implacáveis, surtos criativos, angústias favoritas” com a youtuber Jout Jout, “Escrita de resistência contra quem deseja sufocar a nossa voz”, com Minna Salami (Finlândia/Nigéria) e Cidinha da Silva, e fecha com Paulina Chiziane (Moçambique) e Elisa Lucinda na mesa “A máxima potência que habita as palavras”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

loading...
loading...