loading...

sábado, 11 de novembro de 2017

Deputado petista deve quase R$ 9 milhões a Camaçari e pode ter seus bens bloqueados

O deputado federal Luiz Caetano (PT) tem dívida de R$ 8,48 milhões com o município de Camaçari. O debito é referente ao ressarcimento aos cofres municipais determinado pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) por suspeita de desvios de recursos públicos cometidos pelo petista durante sua gestão na prefeitura local.

Além disso, o ex-prefeito também tem que pagar R$ 334 mil em multas aplicadas pelo TCM por irregularidades na administração. Assim, a dívida do ex-gestor chega a R$ 8,81 milhões. Entre as fraudes cometidas por Caetano estão gastos com publicidade sem comprovação e pagamento de salários a secretários maiores do que o limite legal, o que levou o ex-prefeito a ter suas contas de 2012 rejeitadas pelo TCM.
No relatório das contas relativas a 2015 da gestão do ex-prefeito Ademar Delgado (PCdoB), o TCM já alertava a necessidade de cobrança do débito. "Em face do largo elenco de pendências, sem justificativa plausível para a inação, determina-se que o Gestor adote imediatas providências para a recuperação dos créditos municipais, inclusive judiciais", ressalta a Corte. As contas de Ademar referentes a 2015 também foram rejeitadas.

No total, o TCM determinou a devolução de recursos públicos por Caetano em 11 oportunidades. A maior delas se refere ao ano de 2012, quando ele gastou R$ 4,5 milhões com publicidade sem comprovação. A suspeita é que o gestor tenha utilizado recursos públicos para benefício próprio. Já na relação das multas, o nome de Caetano aparece 20 vezes.

Essa semana foi tornado público que o deputado pode ter seus bens bloqueados por um pedido feito à Justiça, pelo promotor Everardo Yunes, da 7ª Promotoria de Justiça em Camaçari por gastos indevidos na Feira de Camaçari na ordem de quase R$ 4 milhões.


F: Camaçari Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

loading...
loading...