sábado, 27 de janeiro de 2018

SANTO ESTEVÃO: Homem de 52 anos morre de febre amarela após tomar vacina

Um homem de 52 anos faleceu na cidade de Santo Estêvão, a 157 km de Salvador. A assessoria da Secretaria Municipal de Saúde confirma que o paciente, que residia no município, faleceu no último dia 22 (segunda-feira). O resultado do exame para detecção do vírus causador da febre amarela foi positivo. O homem tomou a vacina contra a febre amarela no último dia 15, e três dias depois apresentou reações adversas à vacina. Ele foi então internado no hospital municipal, mas o estado de saúde se agravou e ele veio a óbito no último dia 22.

Um laudo divulgado pelo Laboratório Central de Saúde Pública Profº Gonçalo Muniz (Lacen) confirmou que o paciente tinha a doença, segundo a Secretaria. No entanto, uma perícia realizada no corpo do homem atestou que o ele sofria de doença hepática.

A assessoria informou que este tipo de efemeridade pode deixar a imunidade baixa, o que permite a ação do vírus presente na vacina. Segundo o Ministério da Saúde, a chance de problemas deste tipo é de 0,4 casos a cada 100.000 doses da vacina administradas. Em condições de saúde normais, a baixa amostra do vírus contida na vacina não causa reações adversas.
“A possibilidade de reação à vacina é muito maior que a chance dele ter sido infectado por um mosquito”, afirmou a assessoria. O resultado de outro exame que deve apontar se a causa da morte foi a doença ou a reação à vacina deve sair em três dias.

Após a internação, a Secretaria de Saúde tomou medidas cautelares como o bloqueio vacinal e a pulverização de inseticida, conhecida como fumacê. A pasta ressalta que não há nenhum outro caso suspeito da doença registrado na cidade.


F: Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário