quinta-feira, 1 de março de 2018

Bebê de um ano morre após ficar trancado no carro da família por várias horas

Uma criança de um ano morreu na tarde da última terça-feira (27) em Antonina, no litoral do estado, após ficar trancada dentro do carro da família por horas. Segundo o Corpo de Bombeiros, responsável pelo atendimento, a família achou inicialmente que a criança havia desaparecido e só foi encontrá-la mais tarde, em estado de asfixia, quando o pai da criança tentou usar o veículo para ajudar nas buscas. A própria mãe do menino acionou os bombeiros para procurar pelo garoto. “A princípio, ela teria perdido a criança. Fomos acionados para fazer a busca de uma criança desaparecida”, conta o tenente Thyago Giamberardino, porta-voz do 8º Grupamento de Bombeiros, responsável pelo litoral paranaense.

Segundo ele, a casa ficava em uma região portuária, com vários córregos e mata por perto, e a equipe se dividiu para procurar nesses locais. De acordo com o oficial, as buscas começaram por volta das 13h10.

“Cerca de 40 minutos depois, o pai da criança foi entrar no carro e encontrou a criança desfalecida”, explica o tenente. A criança foi levada de ambulância até o hospital de Antonina para tentar ser reanimada, mas sem sucesso. Aos bombeiros, a família teria dito que não esqueceu o menino dentro do veículo e acredita que, de alguma forma, ele conseguiu entrar no carro. Segundo o tenente Giamberardino, o automóvel estava com as janelas fechadas e fazia muito calor em Antonina no momento em que o menino foi encontrado.

Segundo dados do Simepar, a temperatura chegou a 33º C na cidade terça-feira, com sensação térmica próxima de 40º C. A Delegacia de Antonina, que investiga o caso, deve ouvir os pais da criança a partir desta quinta-feira (1º) para conhecer mais detalhes sobre o ocorrido.

F: Blog do Marcelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário