sexta-feira, 2 de março de 2018

Mário é preso por não aceitar o fim da relação com a ex-companheira

Mário Gabriel dos Santos Queiroz, de 45 anos, teve o mandado de prisão preventiva cumprido por equipes da Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (Deam/Brotas), nesta quinta-feira (1), no bairro de Águas Claras. Ele é acusado de invadir a casa de sua ex-companheira e agredi-la com puxões de cabelo e socos. O crime ocorreu em outubro de 2017, pois Mário não aceitava o fim do relacionamento e a vítima acabou sendo hospitalizada.

Segundo a delegada Heleneci Souza Nascimento, titular da Deam/Brotas, Mário foi preso na casa da vítima. Na época em que o crime ocorreu, o agressor arrombou a porta da casa da ex-companheira para atacá-la. Com medo, a mulher pulou do segundo andar fraturando o tornozelo e a mão. Após a queda, a vítima ainda foi agredida pelo criminoso. Ela foi internada no Hospital Geral Menandro de Faria (HGMF).

Mário responde a cinco inquéritos policiais, sendo um deles por homicídio. O criminoso já foi encaminhado para o sistema prisional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário