sexta-feira, 22 de junho de 2018

Sesab confirma óbito em Sapeaçu por H1N1

O estado da Bahia já registrou 1.297 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 103 óbitos até o dia 16 de junho deste ano. Segundo informações da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), dentre esses casos, 261 foram confirmados para Influenza, sendo 199 pelo subtipo A H1N1, com 26 deles evoluindo para óbito.

Foram confirmados casos de A H1N1 em 50 municípios. A maioria dos óbitos ocorreu em Salvador, com treze (13) registros. Os outros 13 municípios foram: Apuarema (1); Camaçari (1); Feira de Santana (1); Irará (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (1); Monte Santo (1); Retirolândia (1); Saúde (1); Sapeaçu (1); Serrinha (1); Uruçuca (1) e Vitória da Conquista (1).

Ainda de acordo com a Sesab, a faixa etária de maior ocorrência está entre os maiores de 60 anos e os menores de cinco anos, sendo que 61,53% dos óbitos ocorreram nesses grupos. No mesmo período do ano passado foram 353 casos e 33 óbitos de SRAG. Dentre eles, 25 foram confirmados para Influenza, sendo Influenza A H1N1 (02 casos) sem registro de óbitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário