sábado, 13 de outubro de 2018

CACHOEIRA: 'Quando o jornalismo não faz o seu papel, faz um mau jornalismo, se cria uma realidade paralela', diz Eliane Brum na Flica

Jornalista participou da primeira mesa deste sábado (13), em Cachoeira, ao lado de Catarina Guedes e Malu Fontes.

"Hoje completam 213 dias que Marielle e Anderson foram assassinados”. Foi assim que a jornalista e escritora gaúcha Eliane Brum iniciou o bate-papo sobre “Um olhar feminino sobre a arte de sujar os sapatos” durante a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), neste sábado (13).

Ao lado de Catarina Guedes, jornalista baiana e também escritora, e com mediação de Malu Fontes, Brum deu o tom da conversa que falou sobre feminismo, política, arte, literatura, o fazer jornalístico e a crise da palavra.

“Eu fico muito feliz em estar num lugar em que o voto contra Bolsonaro foi majoritário. Eu fico muito feliz de estar na Bahia, onde a Ludmila começou o movimento Mulheres Unidas contra Bolsonaro”, disse a jornalista sob aplausos do público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário