terça-feira, 23 de outubro de 2018

São Felipe é a única cidade do Recôncavo que não cumpre o piso nacional do magistério

O município de São Felipe é o único do Recôncavo baiano que não paga o salário base de acordo com o piso nacional do magistério. A informação é do grupo de oposição da cidade, que deu apoio à greve dos professores devido ao atraso no pagamento dos salários dos profissionais da Educação, que ainda não receberam os vencimentos de setembro.

O Ministério da Educação (MEC) determinou, no final do ano passado, reajuste de 6,81% no piso salarial do magistério, que passou a ser R$ 2.455,35. Em São Felipe, contudo, esse valor não é cumprido.

"Além de atrasar os salários, a atual gestão se recusa a conceder o reajuste aos professores, que estão ganhando abaixo do piso. É uma falta de respeito com os professores e um sinal muito claro de falta de prioridade na Educação", afirma o ex- secretário Pedro Júnior.

"Diversos municípios estarão pagando aos funcionários públicos municipais, nesta semana, o mês de outubro. Enquanto isso, a Prefeitura Municipal de São Felipe ainda não pagou o salário de setembro dos efetivos. Isso nunca aconteceu antes na história da cidade", complementa.


Por: Luan Santos/#ForteNoReconcavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário