terça-feira, 20 de novembro de 2018

CRUZ DAS ALMAS: Derrame de moedas fake pode estar circulando pelo comércio da cidade; alerta comerciante

Um comerciante do município de Cruz das Almas, que atua na Praça Senador Temístocles (centro comercial) da cidade, solicitou a presença da reportagem do Jornal Forte no Recôncavo, para denunciar a circulação de moedas falsificadas pela cidade. Uma moeda fake da original de R$ 25 centavos, estava descascando, deixando à mostra uma moeda forjada em aço comum que já apresentava sinais de ferrugem. Moedas de outros valores apresentavam irregularidades como deformações ou rebarba. As moedas falsas foram repassadas por um cliente ao comerciante que prometeu danifica-las antes de fazer o descarte. Detalhe: As moedas de R$25 são feitas em aço e revestidas em bronze, porém não descascam com facilidade.

Toda moeda nacional, bem assim como as notas, são fabricadas pela Casa da Moeda, uma estatal brasileira fundada em 1694, que além de confeccionar dinheiro, faz na área de impressos, documentos de segurança diversos como passaportes, selos fiscais, selos postais, diplomas, certificados e outros produtos gráficos de segurança.

A Polícia Federal alerta que este tipo de crime pode gerar pena de 3 a 12 anos de reclusão e "não cabe fiança por parte da polícia, sendo somente arbitrada pela Justiça após a pessoa ser levada para o presídio".

A PF "recomenda a todas as pessoas que, ao se depararem com tais notas falsas, procurem imediatamente entregá-las na Polícia Federal ou num banco mais próximo de sua residência". E indica ainda algumas ações para identificá-las: observar a textura da cédula, pois as "verdadeiras são ásperas e possuem um alto relevo e saliência nos itens de segurança" e a falsa é lisa; pôr a nota contra a luz para ver a marca d'água; e analisar as cores, cuja impressão da falsa costuma borrar.


#ForteNoReconcavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário