quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Acusado de estuprar garota de 11 anos em Itamaraju é preso tentando abusar de garotas em Feira de Santana

Na tarde desta quarta-feira (12/12), policiais do Serviço de Investigação da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), prenderam Juscelino Ribeiro de Souza, morador da Rua Cajazeiras, no bairro Caseb, em Feira de Santana. Ele é acusado de estuprar uma garota de 11 anos no mês de maio do ano pssado no município de Itamaraju e é acusado de tentar estuprar crianças e adolescentes no bairro Caseb em Feira de Santana.

Segundo informações da polícia, investigadores da DRFR, equipe Golf 05, apresentaram na Central de Flagrante, o individuo Juscelino de Souza, pelo fato do mesmo estar com comportamento anormal, assediando jovens na vizinhança, o que motivou investigação sobre o mesmo.

Ainda de acordo com a polícia, após investigações, descobriu-se que Juscelino é acusado de estupro de vulnerável, e por este motivo existe mandado de Prisão Preventiva em seu desfavor, expedido pela Vara Crime de Itamaraju-Bahia.

Juscelino Ribeiro de Souza (51 anos) é considerado foragido da justiça. Ele é apontado como abusador de uma criança de apenas 11 anos de idade. O crime teria sido cometido no último sábado (04), por volta das 14h em Itamaraju.

A polícia apurou que o crime ocorreu no Bairro Marotinho. O estuprador chegou sorrateiramente na casa, onde a criança estava sozinha. A menina contou que “ele [Juscelino] arrebentou a porta e a amarrou para praticar o ato sexual com ela”, denunciou.

Depois de muito relutar, a garota conseguiu se desamarrar e acabou entrando em luta corporal com o seu agressor, chegando a desferir nele uma mordida. Com medo de ser descoberto, o acusado fugiu pela porta dos fundos da residência, passando pelo quintal do vizinho e quebrando telhas.

Tanto o vizinho, quanto a menina reconheceram a foto do suspeito. A polícia acredita que ele estava monitorando os passos da criança.

Outra acusação que recai sobre ele é de ter se masturbado numa loja de roupas femininas, na cidade de Itabela. Essas informações estão sendo apuradas e o acusado pode ser preso à qualquer momento. Quaisquer informações, avise a polícia através dos telefones 190 e 197.

Nenhum comentário:

Postar um comentário