quinta-feira, 16 de maio de 2019

Acusado de tentativa de sequestro é apresentado na Delegacia de Santo Amaro

Por volta das 19h desta quarta-feira (15/maio), policiais militares da equipe Subaé 28, de Conceição do Jacuipe, foram verificar a denúncia feita por uma mulher, de que sua filha tinha sofrido uma tentativa de sequestro, por desconhecidos que estavam em um veículo Ford Ka, branco, placa PJT-2465, no bairro Baldez.

Os policiais localizaram e abordaram um casal que estava no veículo e encontraram um revólver calibre 32, municiado. O condutor apresentou um documento em nome de Thales Pereira da Silva, e ao verificar o chassi do carro, os policiais descobriram que o automóvel estava com a placa clonada e foi roubado no dia anterior em Lauro de Freitas.

Apresentado na central de flagrantes do Complexo Policial de Santo Amaro, o delegado de Conceição do Jacuipe, Felipe Madureira, buscou informações e descobriu através da delegacia de Irecê, que o homem que apresentou documento em nome de Thales Pereira da Silva se chama Douglas Barreto Medrado, e é filho de Elias Barreto Medrado, conhecido no estado pela prática de crimes de sequestro. Ainda de acordo com a polícia, Douglas já esteve preso várias vezes, por crimes de tráfico de drogas, uso de documento falso e adulteração de sinais de veículo, tendo cumprido penas nos estados da Bahia e do Mato Grosso.

Em trabalho conjunto das polícias Militar e Civil de Conceição do Jacuípe e Amélia Rodrigues, foi descoberto que a  intenção de Douglas, junto com um comparsa que está sendo procurado, seria roubar a loja G Barbosam da cidade de Conceição do Jacuípe. A polícia informou que Douglas foi o mentor de toda a ação e tinha planejado atacar a funcionária da loja que fez a denuncia para a polícia, fazendo pesquisas sobre a rotina do estabelecimento comercial e imagens na internet para a execução do crime. Ele acabou tendo o plano frustrado, quando tentou sequestrar a filha da funcionária.

Douglas foi autuado em flagrante pelos crimes de tentativa de extorsão mediante sequestro, uso de documento falso e porte ilegal de arma de fogo. Diligências continuam sendo feitas para tentar localizar o comparsa.

F: Blog Central de Polícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário