sábado, 25 de maio de 2019

GOV. MANGABEIRA: Governo da Mudança intensifica ações de combate à dengue em todo o município

José Fraga, funcionário da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, tem 40 anos de experiência no combate à dengue. Com um sorriso, que demonstra o orgulho de desenvolver uma tarefa tão importante para a vida das pessoas, ele lembra que começou ainda na antiga SUCAM. Fraga, como é conhecido, tem muita história para contar e dedicou sua vida a perseguir e eliminar o mosquito Aedes Aegypti.

Com a convicção dos especialistas e a humildade de quem gosta de servir à comunidade, Fraga afirma que a Vigilância Epidemiológica está desenvolvendo inúmeras ações, que vão da conscientização da população, às parcerias com a Secretaria de Meio Ambiente para realizar mutirões de limpeza, passando pelas ações de inspeção residencial e os bloqueios para pulverização de inseticidas. Além do carro Fumacê, que visita regularmente todos os bairros e localidades para eliminar o mosquito adulto.

“Vivemos num município com características diferentes. A maioria da população vive na zona rural e não possui água encanada, o que provoca o armazenamento de água para consumo humano e para as tarefas domesticas. Só que esse armazenamento tem que ser feito da forma correta, com limpeza dos recipientes com água sanitária, no mínimo uma vez por semana e devem estar sempre tampados”, afirma o agente de saúde.

Ele aponta outro aspecto importante: “A população precisa entender que a responsabilidade não é só da Prefeitura. É de todos nós. Não podemos jogar lixo em terrenos baldios e precisamos recolher os objetos que podem servir de abrigo ao mosquito: baldes, latas, garrafas, copos plásticos, pneus, vasos, e até uma simples tampinha de garrafa. O combate à dengue começa em nossas casas”, concluiu Fraga.

Além da limpeza dos quintais, a população também pode colaborar facilitando o acesso dos agentes de endemias, que farão a inspeção residencial, orientando os moradores. Os agentes fazem tratamento focal nos depósitos de água colocando larvicida para matar as larvas e o tratamento perifocal, borrifando inseticida nas paredes externas dos depósitos, eliminando possíveis criatórios do mosquito. As inspeções também são importantes para determinar o índice de infestação da área.

As ações de conscientização também são constantes, segundo Fraga. “Em abril fizemos o Dia D de Combate à Dengue, na região de Carpina, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, conscientizando a população e recolhendo lixo residencial. No dia 29 de maio vamos visitar os bairros do Projeto e Portão. Pedimos às pessoas que limpem seus quintais e coloquem o lixo na porta para o caminhão do Meio Ambiente recolher”, concluiu. A coleta do Portão será dia 29 à tarde. No Projeto, dia 30 pela manhã. Faça sua parte, limpe seu quintal e recolha os objetos que servem de moradia para o mosquito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário