loading...

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Robinson lembra tragédia em SAJ, cobra Justiça e se solidariza com Movimento 11 de Dezembro

O deputado estadual Robinson Almeida (PT) usou o plenário da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira, para cobrar justiça e punição aos responsáveis pela explosão de uma fábrica clandestina de fogos de artifício, em Santo Antônio de Jesus, que matou 64 pessoas em 11 de dezembro de 1998. O parlamentar se solidarizou com o Movimento 11 de Dezembro e afirmou ser “inadmissível” que passados 21 anos da tragédia que marcou o Brasil ninguém tenha sido preso. Apesar de condenados à prisão em júri popular em 2010 as cinco pessoas (Oswaldo Bastos Prazeres, dono da fazenda, e seus quatro filhos) continuam soltas. A situação tornou o Estado Brasileiro réu na Corte Interamericana de Direitos Humanos.

“Hoje completam 21 anos de impunidade diante da maior tragédia envolvendo fogos de artifícios no Brasil. 64 pessoas, a maioria mulheres e crianças, perderam as suas vidas em uma explosão de fogos em Santo Antônio de Jesus. Passado tanto tempo é inadmissível que não tenha sido feito justiça e que não tenha ninguém preso por esse crime de grande proporção. Espero que essa situação não continue impune, continuarei a denunciar a falta de justiça. Quero prestar minha solidariedade ao Movimento 11 de Dezembro que carrega por todo esse tempo a história, à memória e a luta de todas as vítimas e suas famílias”, afirmou Robinson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário