sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Educadores do Recôncavo baiano dialogam sobre Censo 2020 e conhecem a plataforma IBGEeduca

Quatro cidades, cinco encontros e cerca de 400 profissionais de educação envolvidos. Entre reuniões com gestores e diretores de escolas e participação em jornadas pedagógicas, o IBGE ganhou espaço em importantes eventos de planejamento do ano letivo em municípios do Recôncavo baiano.

Apresentando o Censo Demográfico 2020 e o IBGEeduca, Mayana Barbosa, coordenadora de Área do Censo na região, foi a responsável pelas mobilizações realizadas entre janeiro e fevereiro nas cidades baianas de Maragojipe, São Félix, Muritiba e Governador Mangabeira.
O objetivo foi aproximar as ações do IBGE das escolas municipais e firmar parcerias para que os professores possam contribuir na disseminação de informações sobre o desafio censitário que terá início em agosto.

“Em especial, também buscamos formar multiplicadores para incentivar estudantes a participarem do processo seletivo para recenseadores, que acontecerá em breve”, contou Mayana.

Segundo ela, a rede municipal de escolas permeia diversas localidades, inclusive as de difícil acesso, e a relação de confiança que professores possuem com alunos e suas famílias é fundamental para facilitar que a mensagem do Censo chegue ao maior número de pessoas.

O site IBGEeduca despertou interesse entre os docentes, que fizeram uma visita guiada à página eletrônica e identificaram formas de usar o conteúdo em sala de aula.

Território reconhecido historicamente pelas comunidades quilombolas que abriga, o Recôncavo baiano é um espaço de valorização das origens e da cultura dos povos tradicionais que vivem no local.

“Por isso, os professores ficaram ainda mais interessados ao saber que o Censo neste ano investigará esses contextos com mais propriedade. Existem muitas escolas que atendem estudantes quilombolas, e este tema acaba ganhando ainda mais relevância na região”, completou Mayana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário