quinta-feira, 26 de março de 2020

Dr Edgar Henrique e Deputado Eduardo Sales solicitam suspensão do corte de água durante pandemia do Covid-19

O radialista Dr Edgar Henrique, solicitou junto ao Deputado estadual Eduardo Sales (PP), que articulasse junto ao Governador da Bahia, Rui Costa (PT), uma medida emergencial para proibir a EMBASA de efetuar cortes no fornecimento de água das de famílias carentes durante esse período de crise imposta pela pandemia do coronavírus.

Edgar Henrique, que também é advogado, na região do Recôncavo Baiano, e vereador no município de Governador Mangabeira - BA, na última segunda-feira (23), em seu programa de rádio: "Fala Recôncavo", que vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 06 as 08 horas da manhã pela Rádio Excelsior Recôncavo 105.1FM, da cidade de Cruz das Almas - BA, iniciou uma campanha junto a classe política baiana, para evitar que pessoas carentes que estão ficando sem renda por não poderem  trabalhar em razão da quarentena imposta pelo combate ao COVID-19, tenham seu fornecimento de água suspenso pela EMBASA por falta de pagamento.

O apelo do vereador recebeu o apoio do deputado estadual, Eduardo Sales, que na manhã desta quinta-feira (26), entrou no ar, durante o programa de Dr. Edgar, e informou que já protocolou requerimento junto à Secretaria de Infra-estrutura Hídrica do Estado da Bahia, a qual já sinalizou positivamente por meio do secretário do órgão, Leonardo Góes, para neste primeiro momento, estudar uma forma de proibir o corte do serviço de água e esgoto, e até, quem sabe, viabilizar a isenção da tarifa para os usuários de baixa renda.

"Vamos beneficiar em torno de 300 mil famílias carentes baianas, e é a prova de como a classe política pode se unir para dar respostas efetivas contundentes em favor do povo. Agradeço ao deputado e ao Governo do Estado pela atenção. Deixo meu programa de rádio a disposição da população e dos governos municipais e estaduais como mais uma ferramenta de combate ao coronavírus", disse o pré candidato a prefeito Edgar Henrique.

Por: Portal Cruzalmense

Nenhum comentário:

Postar um comentário