Assista aqui a TV Jovem Pan

quinta-feira, 30 de abril de 2020

CRUZ DAS ALMAS: Descarte incorreto da máscara facial põe em risco a vida da população

Mais que nunca, em tempos de pandemia por razão do Coronavírus (Covid-19), a população tem mudado seus hábitos, e vem incorporando em sua rotina diária a utilização de máscaras de proteção. Independentemente do tipo de máscara, o uso e descarte corretos são fundamentais para garantir a eficácia no controle e a redução da transmissibilidade do novo vírus. Via WhatsApp, um leitor do Jornal Forte no Recôncavo, enviou um flagrante de uma máscara facial caseira jogada em via pública por um paciente logo após o atendimento nUnidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cruz das Almas. Algo que é condenado pelos especialistas na área médica, pois o descarte incorreto já é prejudicial a todos, imagine quando se faz logo que após a saída de uma unidade hospitalar.

De acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), por se tratar de material contaminado, as máscaras descartáveis comuns não podem ser dispensadas inadequadamente no lixo orgânico ou junto à materiais recicláveis. Sendo assim, é necessário que a população em geral, envolva a máscara utilizada em saco plástico e descarte em lixo comum. A máscara descartada incorretamente pode infectar os coletores de lixo, além de ser fonte de disseminação do vírus para outros locais. 

A máscara descartável utilizada pela população não deve ser usada por um longo período, a recomendação da Anvisa é de no máximo três horas. Além disso, é necessário trocá-la sempre que estiver úmida, com sujeira aparente ou danificada. 

Advertência 
Ante de retirar a máscara é necessário higienizar as mãos com água e sabão ou utilizar o álcool gel 70%. Repita todo o procedimento de higienização das mãos após a retirada da máscara. É importante ressaltar que a máscara é de uso individual e jamais deve ser compartilhada. Mesmo a de tecido, ainda que lavada adequadamente, não deve ser compartilhada.  

O uso da máscara não substitui a necessidade das medidas de higiene preconizadas pelos órgãos de saúde, bem como a importância da manutenção do distanciamento entre as pessoas. 

Máscaras de Tecidos
Ao contrário das máscaras descartáveis, as de tecido podem ser lavadas e reutilizadas regularmente, entretanto, a Anvisa recomenda evitar mais que 30 lavagens. Para isso, alguns cuidados devem ser mantidos: 
  • lavar a máscara separadamente;
  • lavar previamente com água e sabão neutro;
  • deixar de molho na água, sabão e água sanitária ou equivalente (recomenda-se de 20 a 30 minutos); 
  • secar;
  • passar com ferro quente;
  • guardar em recipiente fechado.

Descarte da Máscara de Tecido
A máscara de pano deve ser descartada sempre que for observada a perda da elasticidade das hastes de fixação ou deformidade no tecido que possam causar prejuízos à barreira. As máscaras de TNT não podem ser reutilizadas e devem ser descartadas sempre após o uso.

Uso obrigatório de máscaras no município 
A prefeitura de Cruz das Almas baixou o decreto nº298 de 20 de abril de 2020 tornando o uso obrigatório das máscaras faciais pela população. Comerciantes são obrigados a atender a clientela usando o "acessório" além de permitir o acesso aos estabelecimentos somente dos clientes que estiverem sob uso das máscaras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário