terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Assassino de grávida vai responder por feminicídio

Adílson Prado Lima Júnior, de 25 anos, foi preso em flagrante, no domingo (17/12), pelo feminicídio da companheira Daiane Reis Mota, encontrada morta na localidade de Barra do Vento, na cidade de Serrinha. Adílson chegou a procurar a Delegacia Territorial (DT) para denunciar o desaparecimento da mulher, que estava grávida de nove meses, mas acabou caindo em contradições durante o depoimento.

O delegado Hildebrando Alves da Silva, coordenador regional em exercício, na 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Serrinha), informou que Adílson contou na delegacia que Daiane não retornou mais para casa depois de sair para fazer compras.

Durante as investigações, a polícia apurou que Daiane saiu de casa pela última vez com o companheiro, utilizando um veículo pertencente ao irmão dela. Imagens de câmeras de segurança colhidas pela polícia revelaram que o veículo utilizado pelo casal esteve no local onde o corpo de Daiane foi localizado, posteriormente.

Diante das informações apresentadas pela polícia, Adílson acabou confessando o crime. De acordo com o delegado Paulo José se Oliveira, da Coorpin/Serrinha, a carteira e o celular da vítima foram encontrados sobre um armário na casa do casal.

“Ele disse ter escondido os pertences da vítima em casa para dificultar a localização e identificação do seu corpo”, esclareceu o delegado. Adílson alegou ter dispensado a arma utilizada no crime num matagal.

Autuado em flagrante por feminicídio, ele ficará custodiado na carceragem da Coorpin/Serrinha, à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário