quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

CRUZ DAS ALMAS: Familiares e amigos de homem morto durante incursão policial no bairro Areal realizam manifesto pacífico pelo centro da cidade

Por volta das 18h desta quinta-feira (25), familiares e, amigos de Alisson Guedes Costa, de 31 anos, realizaram uma manifestação pacífica pela Praça Senador Temístocles (centro comercial da cidade), em Cruz das Almas-Ba. "Assinho", como também era conhecido, foi morto pelas guarnições do Pelotão de Emprego Tático Operacional  (PETO/Alva/Bravo) durante uma incursão policial realizado no bairro Areal que aconteceu na tarde da última terça-feira (23). "Assinho" foi apontado pela polícia como um 'informante' dos traficantes que atuam no referido bairro. Por meio de um rádio comunicador, "Assinho" mantinha contato com outros traficantes lhes informando atividades que ocorria no bairro a exemplo da entrada de carros considerados 'suspeitos' ou viaturas da polícia. A polícia ainda afirma de que quatro elementos atiraram contra as guarnições, ocasionando o revide que resultou na morte do suspeito.
A família do suspeito, afirma de que "Assinho" não era ligado ao tráfico de drogas e que "Assinho" trabalhava como carroceiro para se manter. Ainda conforme informações de pessoas ligadas ao suspeito, o mesmo teria se assustado com a presença das viaturas e teria tentado correr.

Com cartazes e gritos do tipo "Queremos Justiça", os manifestantes seguiram pela Avenida Alberto Passos. A manifestação terminou horas depois da mesma forma como começou, tímida e pacífica.

#ForteNoReconcavo

Um comentário:

  1. Dói de mais em nossa alma ver mais um correria ser morto,por nada,a favela pede Justiça.

    ResponderExcluir