sábado, 6 de julho de 2019

Claudemir é preso acusado de estuprar cinco filhos menores e Maria é presa sob acusação de homicídio

A Polícia Civil de Conceição do Coité prendeu na manhã desta sexta-feira, 05, no Conjunto Habitacional Cidade Jardim. Claudemir Cruz de Jesus recebeu voz de prisão por volta das 10h quando agentes da policia civil chegaram em sua residência.

Em contato com a delegada titular da Delegacia de Conceição do Coité, Ludmila Andrade de Araújo o Calila Noticias foi informado Claudenir foi preso, após ter sido investigado pela pratica do delito de estupro de vulnerável, tendo como vítimas cinco filhos, sendo três do sexo masculino e dois feminino, todos menores de 12 anos, sendo que um é autista.

Ainda segundo a delegada, as crianças denunciaram o caso a mãe deles que posteriormente levou a denuncia ao Conselho Tutelar que fez o acompanhamento da mesma até a Delegacia.

No primeiro momento, segundo Ludmila o acusado negou tal pratica.

A pena para este tipo de crime de acordo com o artigo 217 do Código Penal é de 8 a 15 anos de reclusão, neste caso pelo fato de haver denuncia de cinco vítimas a Justiça deverá ampliar bastante.

HOMICÍDIO
A dona de casa identificada como Maria dos Reis de Jesus Silva, conhecida por Ninha, moradora do Bairro casas Populares, em Conceição do Coité, foi presa pela Polícia Civil local por volta das 16h desta sexta-feira, 05, atendendo ao mandado da Justiça.

Ela é acusada de ter golpeado, usando um garfo de bicicleta, o chapista Eguiomar Pinto Guimarães na noite de sexta-feira, 28/06, após o desentendimento, de acordo com informações, outros dois indivíduos não identificados teriam participado das agressões.

A vítima levou um violento golpe com a peça de ferro na cabeça, foi socorrida para o Hospital Português – Unidade Regional de Coité onde foi medicado e depois de cumprir o período em observação foi liberado para retornar pra sua residencia no Bairro Pampulha, e no dia seguinte (sábado) teve convulsões e foi novamente encaminhado ao hospital, onde foi a óbito na madrugada de domingo, 30.

De acordo com a delegada Ludmila Andrade Araújo, titular da Delegacia Territorial de Coité, a prisão ocorreu após investigações constatarem que o óbito ocorreu em consequência da agressão. “Em interrogatório, Ninha inicialmente negou o ocorrido, mas depois acabou confessando que agrediu a vítima, alegando que Eguiomar tentou pegar em suas partes intimas. Afirma que lembra ter batido em Eguiomar, mas não lembra de todo o ocorrido, pois estava fazendo uso de bebidas alcoólicas. A investigada foi encaminhada a carceragem, em cumprimento ao mandado de prisão”, afirmou a delegada.

F: Calila Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário