loading...

segunda-feira, 20 de abril de 2020

IBIRATAIA: Presidente da Câmara Municipal aperta o cerco e secretário deve explicar denúncia de peculato e crime patrimonial contra a administração

Uma denúncia feita pelo vereador e presidente da Câmara Municipal de vereadores de Ibirataia, cidade localizada no sudoeste da Bahia, contra o funcionário concursado da prefeitura local como servidor da saúde municipal José dos Santos (Luís Sérgio), custará ao secretário Alex Calheira uma boa explicação para o caso.

Em uma troca de farpas em um programa jornalístico de rádio, que Luís é apresentador, o vereador disparou a acusação de que o apresentador do programa, e funcionário público que segundo informações também pleiteará o cargo de vereador pelo mesmo município caso as eleições 2020 não sejam suspensas, deveria respeitá-lo, e trabalhar para justificar o salário que recebe todo mês, como consta na folha do município.

Deste modo, o vereador que é presidente da câmara e se sentiu ofendido pelas colocações do programa jornalístico contra o legislativo e alegando que o apresentador estava "usando o microfone para colocar a população contra os edis, a fim de se promover politicamente", enviou ofício ao secretário de saúde do município para que o mesmo dê publicidade e preste contas da prestação de serviços do funcionário lotado na pasta assim favorecendo os pagamentos mensais que vem sendo custeado pelo município ao servidor.

Segundo informou o vereador Chafik ao repórter Mateus Oliver do blog Piraí notícias, a secretaria de saúde tem quinze dias para se manifestar em respeito a respeito do caso, que Pode caracterizar ato de improbidade administrativa, e até mesmo crime de peculato ou crime patrimonial contra a administração. "Quem recebe indevidamente sem trabalhar e aquele funcionário que permite que esse terceiro receba", é o que disse o advogado Ricardo Chaves e gestor público. 

F: Blog Piraí notícias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário