loading...

terça-feira, 13 de outubro de 2020

Ministro de Infraestrutura crítica e ameaça suspender concessão da ViaBahia

Em disputa judicial com a concessionária ViaBahia, o governo federal reforça que tenta cancelar a concessão das rodovias BR-116 e BR-324. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, fez uma série de críticas à empresa durante visita ao estado, nessa segunda-feira (12). Na ocasião, ele entregou as obras do primeiro trecho de duplicação da BR-116, que liga Feira de Santana a Santanópolis.

"A insatisfação não é só dos condutores, isso nos sensibiliza muito. A insatisfação é nossa também. É inadmissível ter um contrato de concessão onde o usuário paga tarifa e tem esse tipo de prestação de serviço. É uma coisa que ninguém suporta mais", disse Freitas ao ser questionado, em coletiva de imprensa, se o governo pretendia cancelar o acordo.

De acordo com ele, o contrato já não vem sendo executado, uma vez que a concessionária teria arrecadado 90% dos recursos previstos no plano de negócios ao tempo em que teria executado apenas 30% das obras que ingressaram pelo fluxo de caixa. "Não fizeram nenhuma duplicação continuada, deixaram de executar 441 km de duplicação, deixaram de realizar mais de R$ 700 milhões de investimentos", pontuou.

Freitas disse que o governo saiu vitorioso nas primeiras ações judiciais, mas não deixou de criticar o fato de a ViaBahia não fazer a devolução da concessão para que o governo ficasse livre para licitar a administração das estradas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário