sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

8 razões pelas quais o ERP é importante em 2020

Com o mercado global de software ERP estimado em US $ 41,69 bilhões até o ano de 2020, o impacto desses sistemas é evidente. Embora esse número seja impressionante, quem nunca usou o software pode achar difícil entender por que o sistema ERP gratuito é importante para seus negócios. Mas, como a globalização aperta o mercado para muitos setores, é essencial buscar todas e quaisquer ferramentas para dar ao seu negócio uma vantagem competitiva. Para muitas empresas, isso é obtido por meio do uso de ERP.

Quais são os usos do ERP?
Os sistemas de planejamento de recursos empresariais ( ERP ) são usados ​​por organizações que buscam gerenciar suas funções de negócios em um sistema centralizado e integrado. O ERP é comumente usado por empresas que trabalham na cadeia de suprimentos para ajudar a controlar todas as peças móveis de fabricação e distribuição. No entanto, o ERP pode ser utilizado por vários setores diferentes, incluindo os de saúde, grupos sem fins lucrativos, construção e hotelaria. A organização que precisa gerenciar sua equipe, clientes e estoque também podem contar com os benefícios do ERP.

O ERP armazena todos os dados inseridos em um único banco de dados, permitindo que todos os departamentos trabalhem com as mesmas informações. Além disso, todos esses dados podem ser organizados, analisados ​​e transformados em relatórios. O ERP reúne recursos de gerenciamento de clientes, recursos humanos, inteligência de negócios, gerenciamento financeiro, inventário e cadeia de suprimentos em um sistema.

Por que usar ERP?
O software de planejamento de recursos corporativos é usado para gerenciar várias funções de negócios, mas como ele é melhor do que outras soluções? Mesmo que o ERP possa ter objetivos semelhantes a outras soluções, suas características únicas o tornam um competidor diferenciado no mercado de software. Aqui estão as oito razões pelas quais a importância dos sistemas de planejamento de recursos empresariais (ERP) deve ser considerada por qualquer organização:

Mais dinheiro economizado
Embora muitos fornecedores tenham introduzido preços flexíveis nos últimos anos, os pacotes ERP ainda são um grande investimento. Para muitos, os grandes custos por si só podem fazer parecer improvável que o programa acabe economizando algum dinheiro para a sua organização. Mas, depois de superar o choque dos altos preços em alguns lugares, é mais fácil ver como o ERP pode fornecer um excelente ROI.

Primeiro, o ERP unifica muitos dos sistemas que atualmente podem estar fragmentados em sua organização. Do desenvolvimento de produtos às contas a pagar, sua equipe poderá acessar todas as ferramentas necessárias para o trabalho a partir de um sistema centralizado.

Colaboração aprimorada
Os recursos dos aplicativos ERP podem variar ligeiramente dependendo do programa que você está usando, mas geralmente, todos os sistemas melhoram a colaboração de alguma forma. Como mencionado antes, o banco de dados centralizado é parte integrante do que torna um ERP único. Com esse banco de dados, você fornece à sua empresa uma única fonte de informações da qual trabalhar. Isso reduz os erros causados ​​pelo trabalho com dados incorretos, reduzindo ainda mais os custos.

Melhores análises
Um banco de dados central de informações também ajuda a melhorar suas análises e relatórios. Como um ERP registra e armazena todos os dados de entrada dos usuários, é uma excelente ferramenta de business intelligence. Contanto que seu fornecedor forneça funcionalidade forte, o software ERP torna mais fácil e rápido para sua equipe gerar vários relatórios. Relatórios que poderiam levar dias de pesquisa e compilação sem um ERP levam apenas alguns minutos.

Produtividade aprimorada
Com os métodos tradicionais, tarefas tediosas são completamente inevitáveis. Tarefas como geração de relatórios, monitoramento de níveis de estoque, controle de quadro de horários e processamento de pedidos, historicamente, levam horas para os funcionários realizarem. Além de ocupar tempo, esses processos baixam o moral dos funcionários e se expõem ao erro humano. Após a enésima hora de inserir a mesma linha de dados em diferentes formulários, mesmo os melhores membros da equipe estão fadados a cometer um erro.

Clientes mais felizes
Gerenciar seus clientes nunca foi tão importante. Em nossa era digital, cada vez mais pessoas estão recorrendo à internet para receber conselhos sobre que roupas vestir, que comida comer e como viver suas vidas. E com 84% dos consumidores confiando nas avaliações on-line tanto quanto confiam em um amigo, as opiniões anteriores dos clientes têm mais impacto do que nunca.

Conformidade simplificada e gerenciamento de risco
À medida que as empresas crescem e fazem negócios em diferentes países, pode ser difícil controlar todas as diferentes regulamentações impostas à sua empresa. Mesmo as empresas locais precisam se preocupar com várias regulamentações ambientais, de segurança da informação e de recursos humanos.

Monitoramento de estoque aprimorado
Um grande desafio para empresas em crescimento é rastrear e monitorar seus níveis de estoque em expansão. O ERP utiliza código de barras, etiquetas RFID e números de série para manter o controle de seu estoque em cada estágio da cadeia de suprimentos. Essas ferramentas ajudam a controlar os níveis de estoque em diferentes depósitos, quais itens estão em transporte e quais itens estão nas prateleiras prontos para os consumidores. A maior visibilidade do armazém otimiza muito o processo de coleta, embalagem e envio, eliminando todas as suposições.

Melhor planejamento de produção e gestão de recursos
Além de gerenciar seu estoque, o ERP também gerencia a manufatura. O ERP fornece uma visão de todas as operações de manufatura, incluindo o chão de fábrica. Isso permite que os usuários otimizem programações de produção, equipamentos e mão de obra para maximizar a capacidade.

Além disso, o ERP gerencia sua lista de materiais e ativos fixos. Com este software, os usuários podem criar e editar facilmente e acompanhar todas as alterações anteriores. O gerenciamento de ativos fixos permite que os usuários programem a manutenção do equipamento para reduzir o tempo de inatividade inesperado, melhorando sua lucratividade e os relacionamentos da cadeia de suprimentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário