sábado, 13 de fevereiro de 2021

Carnaval de Maragojipe será virtual este ano

As tradições também se reinventam nesse momento tão desafiador da Pandemia da Covid-19. Uma intensa programação que iniciou nesta sexta, dia 12 de fevereiro e segue até março, vai encher de alegria a casa dos foliões saudosos. Seminários, concurso do Rei Momo e da Rainha, concursos de máscaras e fantasias, lives musicais com as orquestras e filarmônicas e oficinas poderão ser acompanhados pelo youtube e redes sociais @carnavalmaragojipe. Saiba mais em www.carnavalmaragogipe.com.br

Mesmo à distância, o público poderá se encantar com as máscaras, as fantasias, as músicas, as danças e todo o universo simbólico do Carnaval de Maragojipe, realizado por meio do esforço coletivo dos órgãos públicos locais e dos grupos culturais para viabilizar a programação, respeitando todas as medidas de segurança necessárias à proteção da população local e de todos os que estarão diretamente envolvidos na produção das atividades.

“O Carnaval de Maragojipe tem cerca de 180 anos de tradição. É uma expressão cultural criada e mantida pelo povo, de grande relevância para a cultura do Recôncavo e da Bahia, sendo reconhecido desde 2009 como Patrimônio Cultural dos baianos pelo Instituto do Patrimônio Artístico-Cultural – IPAC”, destaca o presidente do Grupo Cultural Samba de Roda de Maragogó Paulo César Fernandes.

Sustentabilidade

Além de toda a alegria proporcionada pela festa online, o projeto é também um importante suporte à sustentabilidade dos grupos locais. As máscaras criadas nas oficinas e o vídeo documentário que será produzido ao longo do projeto serão comercializados, gerando recursos para a manutenção das atividades desses grupos culturais.

A programação é realizada pelo Grupo Cultural Samba de Roda de Maragogó, viabilizada por meio do Projeto A Essência viva dos antigos carnavais e conta com apoio financeiro do Estado da Bahia, por meio da Secretaria de Cultura e do Instituto do Patrimônio Artístico Cultural –IPAC (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário