sábado, 27 de março de 2021

Após postagem nas redes sociais, DPU e DPE querem que prefeitura do Recôncavo se retrate

A Defensoria Pública da União (DPU) em Salvador e a Defensoria Púbica do Estado da Bahia (DPE-BA) enviaram uma recomendação para prefeitura de Salinas da Margarida, no Recôncavo Baiano, para que a gestão retirasse do facebook uma postagem avaliada como ofensiva a comunidades quilombolas.

A recomendação veio após o perfil oficial da prefeitura publicar uma nota informando que a cidade havia recebido 416 doses das vacinas contra a Covid-19, destinadas às comunidades quilombolas. No entanto, conforme divulgou o portal G1, a própria publicação diz que o município não reconhece nenhuma comunidade quilombola em seu território.

Os defensores entenderam que a mensagem ofende aos quilombolas e que a prefeitura deve fazer uma retratação institucional, incluir as famílias no plano de vacinação e fazer uma convocação da comunidade, de acordo com o critério de auto identificação.

Ainda de acordo com o G1, e conforme informaram os defensores, há uma comunidade na região certificada pela Fundação Palmares composta por cerca de 480 famílias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário