sábado, 20 de março de 2021

Irmão Lázaro é o 2º político morto pela covid-19 na Bahia em menos de 24 horas

A morte do vereador de Salvador e cantor gospel Irmão Lázaro, no final da noite desta sexta (19), repercutiu em todo país. Políticos e influenciadores digitais comentaram a morte do artista, que marcou época como o cantor gospel que levou o ritmo do samba-reggae para as igrejas evangélicas e como política de carreira curta, mas vitoriosa.

O prefeito de Salvador Bruno Reis lamentou a morte do veredor e destacou que as músicas de Lázaro fazem parte de sua vida.

"Mais uma perda lamentável! Irmão Lázaro foi um artista fora de série que superou todos desafios com sua sabedoria e talento. Suas músicas fazem parte da minha vida e jamais irei esquecer da sua forma simples e carinhosa com todos. Que Deus conforte sua família e seus amigos!"

Presidente do DEM e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto foi um dos primeiros a se manifestar. Ele lembrou que na quinta-feira já havia perdido uma outra pessoa querida, em referência ao prefeito de Vitória da Conquista Herzem Gusmão, também vítima de covid.
Em apenas uma semana, 15 mil pessoas morreram no país. Só eu perdi duas pessoas muito queridas. Hoje, com tristeza, me despeço de Irmão Lázaro, mais uma vítima da covid. Não são só números. São vidas, histórias e famílias em luto. Lázaro era um grande companheiro da vida pública, um homem de fé e um artista que emocionou muita gente com sua voz inconfundível. Meus sinceros sentimentos a todos familiares e amigos”, escreveu no Twitter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário