sábado, 26 de junho de 2021

Gestante fica com aliança presa no dedo e busca ajuda dos bombeiros

Com sete meses de gestação, uma mulher chegou ao 2° Grupamento de Bombeiros Militar (2°GBM/Feira de Santana) nesta semana com uma aliança presa no dedo. Em menos de 10 minutos, utilizando o equipamento apropriado os militares conseguiram remover o acessório de forma segura.

A mulher informou que no início da semana percebeu que a aliança estava apertada, ela então resolveu esperar a mão "desinchar", o que não aconteceu. Ela então se dirigiu para uma unidade de saúde, que a orientou a procurar um quartel do corpo de bombeiros militar.
É importante que, toda gestante, ao perceber surgimento de edemas em suas mãos ou pés, já deixe de usar adornos nos dedos e principalmente a aliança que é de uso contínuo. Os militares orientam ainda que os cidadãos busquem observar se o anel está preso ao dedo e sempre tirem tais acessórios dos dedos para avaliar se continuam fácies de remover.

Caso percebam algum tipo de dificuldade, que machuque ao tentar retirar procurem, imediatamente, uma unidade do corpo de bombeiros militar mais próxima. E não tentem tirar em cada, fazer isso sem técnica e cuidados adequados levam a agravamento da lesão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário