sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Masturbação masculina lidera casos de importunação sexual em Feira de Santana

A masturbação masculina em vias públicas tem liderado os crimes de importunação sexual da cidade de Feira de Santana, no Portal do Sertão. De acordo com as informações da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), os casos acontecem em diversos ambientes como transporte público, academias e, inclusive, na rua.

Em entrevista ao site Acorda Cidade, a delegada Maria Clécia Vasconcelos, titular da Deam de Feira, deu detalhes sobre a realidade na cidade. "A masturbação é o tipo de importunação que mais acontece. É muito frequente e ocorre por exemplo, quando a mulher está indo trabalhar cedo, está voltando, está indo para a academia e o homem chega perto e começa a se masturbar como forma de se satisfazer sexualmente”, disse.

De acordo com a delegada, o crime tem relação com a condição de gênero das vítimas. “Infelizmente existe o medo de fazer uma caminhada às cinco horas da manhã. O mundo ainda é inseguro para as mulheres e a minha filha, a minha neta, não conseguirão viver sem esse medo. O empoderamento que vamos buscar é que ter medo é prudente, é bom ter medo, mas medo de denunciar, nunca", disse.

Ainda segundo a responsável pela Deam, a denúncia é essencial para conter os criminosos. "Porque esse indivíduo que está na rua, se não for denunciado, pego pela lei, julgado e condenado, ele vai continuar fazendo mais vítimas, mais e mais. Na geração de nossas mães e avós, era chamado de o famoso tarado, e hoje estão aí as redes sociais mostrando esses desequilibrados que estão em todas as classes sociais, em todas as esferas, em todos os lugares e nós somos vítimas em potencial desses machos tóxicos simplesmente pela questão de gênero. Portanto, as mulheres devem denunciar sempre. Ter medo da ameaça sim, mas ter medo da denúncia, nunca”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário